EDITORIAL

Gazeta da Beira chega a Sever do Vouga

• Patrícia Fernandes

Em 2014, a Gazeta da Beira decidiu abraçar um novo desafio, vamos começar, também, a dar notícias de Sever do Vouga. Um concelho com inúmeras e diversas  potencialidades que merece o nosso maior destaque. A identidade de Sever do Vouga que tanto se aproxima da de Lafões (não esqueçamos que a freguesia de Cedrim e Couto de Esteves também fazem parte da região) fez-nos querer dar este novo passo. Estaremos atentos às tantas e boas histórias que os severenses têm para nos contar, queremos chegar a todos os leitores, queremos chegar a toda a comunidade.

A todos os nossos novos leitores, número esse, que acredito vai crescer rapidamente, apresentamos o nosso jornal:  A Gazeta da Beira é um jornal regional que cobre toda a região de Lafões. Um jornal plural,  diversificado e independente, sempre com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento da sua terra e das suas gentes. Um jornal que valoriza o jornalismo e não o vê como um mero negócio.

A partir de hoje, a Gazeta da Beira vai estar sempre na linha da frente, atenta à política, à sociedade, à economia, à educação, à cultura do concelho, mas, sobretudo às pessoas, em especial, as que dão o seu contributo em prol de um concelho melhor. Essa é, também,  a partir de hoje a nossa bandeira, fazer de Sever do Vouga um concelho melhor, à semelhança daquilo que tentamos fazer por todas as terras pelas quais passamos : São Pedro do Sul, Vouzela, Oliveira de Frades e Castro Daire.

Como  ideal, lutamos por um jornalismo de proximidade e, como tal, estaremos atentos e contamos, também consigo para esta missão. Aceite este convite e faça da Gazeta da Beira o seu jornal, faça chegar às nossas mãos as novidades das vossas freguesias. Todos os quantos queiram escrever terão as nossas portas abertas. Queremos crescer, mas queremos que Sever do Vouga cresça connosco.

Finalmente, não posso deixar de fazer este apontamento a título pessoal. Este é um desafio que encaro de braços abertos e com o máximo empenho, sou severense e cedrinense e nunca esqueci as minhas origens, pelas quais, sempre tentei dar o meu contributo ativamente.  É, portanto, com muito gosto que vejo mais esta oportunidade de poder servir a minha terra e os meus conterrâneos, este é sem dúvida, para mim, um sonho e um objetivo realizado. Conto com todos para levar este projeto a bom porto, projecto este, que acredito, fará a diferença na nossa terra, contribuindo, decisivamente, para um melhor futuro para Sever do Vouga.

—————————————————————————–

Mais editoriais

A maré está a levantar-se (Ed. 646)

Ranking das escolas ou ranking social? (Ed. 645)

Inaceitável pressão da União Europeia sobre o Tribunal Constitucional de Portugal (Editorial Ed. 641)

Editorial (Ed. 640)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.