ATUALIDADE

Edição 737 (12/04/2018)

Sever do Vouga recebe FestiJAZZ Festival Internacional de Jazz

Nos dias 13 e 14 de abril, os sons do Jazz vão fazer-se ouvir no Centro das Artes e do Espectáculo (CAE) de Sever do Vouga naquela que será a I edição do FestiJAZZ – Festival Internacional de Jazz. Numa parceria entre Portugal e Inglaterra, o evento traz grandes nomes do Nordeste da Inglaterra. Concertos e jam sessions, com bilhetes a 6 euros por dia, já à venda em ticketline. Os estudantes têm entrada gratuita.

A decorrer pela primeira vez no concelho, o FestiJAZZ é uma iniciativa pioneira na programação cultural do Município de Sever do Vouga. Ao longo de dois dias, 18 instrumentistas vão proporcionar mais de 10 horas de Jazz. Um convite a não perder para quem aprecia música de qualidade.

A aposta da organização vai para formações musicais reconhecidas e premiadas e, ainda, para projetos emergentes, cujo trabalho tem merecido a atenção da crítica especializada. Desta forma, o Município de Sever do Vouga associa-se às comemorações do Dia Internacional do Jazz, criado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). A data foi assinalada pela primeira vez, em 2012, para relembrar “a importância do Jazz e o seu papel diplomático ao unir pessoas em todos os cantos do globo”, lê-se na página oficial do Dia Internacional do Jazz (30 de abril).

O programa abre, no dia 13 de abril, pelas 18h00 horas, com o 6TETO Festa do Jazz, do Conservatório de Música de Coimbra, que trazem um repertório original, englobando diferentes estilos musicais. À noite (21h30), Alexandre Coelho Quartet, composto por Gonçalo Moreira (piano), João Cação (contrabaixo), João Mortágua (saxofone alto) e Alexandre Coelho (bateria e composição), reconhecido no ano passado com o prémio de Grupo Revelação da Festa do Jazz do São Luiz, em parceria com a RTP. O quarteto revela as sonoridades do seu novo disco “Idiosyncrasies” e mostra o porquê do trabalho anterior “Sunday” integrar o Top 5 dos melhores discos portugueses de Jazz. A noite termina com uma Jam Session, na cafetaria do CAE (23h00).

No sábado, dia 14 de abril, pelas 18h00, é a vez de Thomas Dixon, cuja influência são os grandes clássicos, partilhar o palco com Rui Jr. Trio, uma formação que nasceu na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (ESMAE). O trio, composto por Rui Catarino (guitarra), Gianni Narduzi (contrabaixo) e Gonçalo Ribeiro (bateria), explora as características da música moderna, que vão do Jazz à Bossa, passando pelo Pop Rock, entre outros. À noite (21h30), Wilson Graeme Quartet traz a sonoridade de uma improvisação sincera através de uma infusão de driving jazz, ritmos latinos, baladas folk, free jazz e pista de dança. O Festival Internacional de Jazz encerra, pelas 23h00, com uma Jam Session.

————————————————————————————————————————————-

Pedro Marques presidiu à cerimónia em Vouzela

Assinatura do contrato de empreitada para a construção de 63 habitações

O Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, deslocou-se dia 6 de abril, a Vouzela para presidir à cerimónia de assinatura do contrato de empreitada de construção de habitações afetadas pelos incêndios em Vouzela e Santa Comba Dão entre a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e um consórcio de duas empresas.

O documento prevê a reconstrução de 23 casas em Vouzela e de 40 no concelho de Santa Comba Dão, mais 47 anexos habitacionais, num investimento de 9,4 milhões de euros.

A sessão teve lugar no Salão Nobre da Câmara Municipal de Vouzela tendo estado presentes os autarcas de Vouzela e Santa Comba Dão, Rui Ladeira e Leonel Gouveia respetivamente, a presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa, o presidente da Assembleia Municipal de Vouzela, Telmo Antunes, vereadores, presidentes de junta e outras entidades.

Depois da sessão, Pedro Marques deslocou-se à localidade da Seixa, na freguesia de Campia, onde entregou as chaves da primeira habitação totalmente reconstruída das mais de mil que ficaram destruídas pelos fogos nos dias 15 e 16 de outubro.

A obra ascendeu a 110 mil euros (acrescidos de IVA) e teve início a 30 de outubro de 2017.

———————————————————————————————————————————-

Vouzela recebe iniciativa “Saúde para Todos”  nos dias 7 e 8 de abril

No passado fim de semana de 7 e 8 de abril, a Alameda D. Duarte de Almeida, em Vouzela, recebeu a iniciativa “Saúde para Todos”.

Destinado a todos os tipos de público, este evento abrange várias atividades, desde palestras, fitness, yoga, show cooking, entre outras.

Para os mais novos houve ainda o Hospital dos Brinquedos, um espaço onde se pretende que, através da consulta a um brinquedo, se desmistifique o medo das batas brancas, criando empatia com os profissionais de saúde e com as idas ao hospital.

O evento foi organizado pela Associação Cultural e Recreativa de Vouzela, a atividade conta com o apoio da Câmara Municipal de Vouzela, Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo de Vouzela, Agrupamento de Escolas de Vouzela e Campia, Agrupamento de Escolas de Vouzela, Escola Profissional de Vouzela, Santa Casa da Misericórdia de Vouzela, UCC Lafões, Labmed, Farmácia Teixeira, Óptica Médica Santa Bárbara, CMDE, Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vouzela e Associação Mata Sustentável.

———————————————————————————————————————————–

Edição 736 (22/03/2018)

Termas Andebol Cup, 1400 Atletas disputam 250 jogos

Decorreu no passado dia 13 de março, no salão nobre da Câmara Municipal, a apresentação da 7.ª edição do Termas Andebol Cup, com a presença do Vereador Pedro Mouro e de Carlos Pires, em representação da Associação Academia de Andebol de S. Pedro do Sul.

Entre 28 e 31 de março, serão disputados cerca de 250 jogos distribuídos por 8 pavilhões nos concelhos de S. Pedro do Sul, Vouzela e Oliveira de Frades.

Esta prova, com a organização da Associação Academia de Andebol de S. Pedro do Sul em parceria com a Câmara Municipal, conta com mais de 1400 jovens de 90 equipas entre 5 escalões de formação, masculinos e femininos.

Este é o maior evento desportivo do concelho, com um contributo importante para a economia local, ao trazer a S. Pedro do Sul milhares de visitantes durante os 4 dias de torneio, e dinamizando a hotelaria e o comércio.

A autarquia sugere que os restaurantes, cafés e similares da cidade possam funcionar num horário mais alargado de modo a corresponderem a um acréscimo da procura de refeições.

————————————————————————————————————————————————-

CRIATIVARTE

“Arte, Comunidade e Criação Coletiva”

• Uma palestra audiovisual de Luís Costa

• Fotografia de Manuela Barile (Binaural/Nodar)

Um território resiliente é também aquele em que as suas comunidades artísticas são radicadas, inovadoras e solidárias. A partir da experiência de 12 anos enquanto coordenador da Binaural/Nodar, Luís Costa detalhará, com exemplos de obras artísticas acolhidas, quais as estratégias e metodologias que podem ser seguidas para, simultaneamente, ajudar a projetar um território em direção à contemporaneidade criativa e fazer emergir as vibrações específicas do lugar.

———————————————————————————————————————————————-

Edição 735 (08/03/2018)

Press Trip organizada pela ADRIMAG

Pedro do Sul visitado por 30 jornalistas

No passado dia 24 de fevereiro, 30 jornalistas e bloggers de viagens, portugueses e espanhóis, visitam as Montanhas Mágicas numa press trip organizada pela ADRIMAG em parceria com o Turismo Centro de Portugal e apoio do Município.

Esta viagem tem como objetivo dar a conhecer os encantos naturais das Montanhas Mágicas, os produtos endógenos, a gastronomia típica e inclui um roteiro pelo concelho de S. Pedro do Sul onde o grupo vai descobrir a Aldeia da Pena, o São Macário e as Termas.

Esta iniciativa vai permitir reforçar a divulgação do território e dinamizar as potencialidades turísticas de S. Pedro do Sul.


Município lança desafio a alunos de arquitectura da UBI

Cerca de 50 alunos do 4.º ano de arquitetura da Universidade da Beira Interior (UBI) estiveram hoje em S. Pedro do Sul no âmbito de um concurso de ideias lançado pelo Município para criarem um projeto para o terreno junto à Estação e à Ecopista.

O grupo foi recebido no Salão Nobre pelo Vereador Francisco Matos que apelou à criatividade dos alunos e agradeceu à Universidade a colaboração nos diversos projetos desenvolvidos em parceria nos últimos anos.

A autarquia assinou ontem, dia 28 de fevereiro, a escritura de aquisição deste espaço, concluindo assim um processo que se arrastava há mais de 20 anos e que representa um investimento de 200 mil euros.

Os alunos da UBI vão agora apresentar ideias de infraestruturas para o espaço, com uma área aproximada de 1 ha, que serão apresentadas à população e avaliadas por um júri.

O Município pretende assim oferecer mais qualidade de vida aos sampedrenses, criando naquela zona um espaço enquadrado com o rio, a natureza e o ar livre.

———————————————————————————————————————–

Jornalistas e bloggers de viagens visitaram Sever do Vouga

Cerca de 30 jornalistas e bloggers de viagens, portugueses e espanhóis, estiveram em Sever do Vouga, no dia 23 de fevereiro, no âmbito de uma “press trip” às Montanhas Mágicas®. Uma organização da ADRIMAG, em parceria com a Entidade Regional de Turismo do Centro e apoio da Câmara Municipal de Sever do Vouga.

Depois das boas-vindas, no VougaPark-Centro de Inovação, dadas pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga, Almeida e Costa, os profissionais da comunicação, especializados em viagens e turismo, puderam descobrir alguns dos encantos da Rota da Água e da Pedra no nosso concelho. A Ecopista do Vouga, a Ponte do Poço de Santiago, a praia fluvial Quinta do Barco e a Albufeira de Ribeiradio foram os locais visitados. Recorde-se que a rota atravessa os sete municípios que integram o território das Montanhas Mágicas®, a saber: Sever do Vouga, Castro Daire, São Pedro do Sul, Arouca, Castelo de Paiva, Vale de Cambra e Cinfães.

Além dos locais de rara beleza e da gastronomia típica, o grupo teve a oportunidade de experienciar algumas atividades de lazer na albufeira, como a canoagem, stand up paddle e um passeio de lancha. No final do dia, os jornalistas e bloggers pernoitaram nas diferentes unidades de alojamento local e rural de Sever do Vouga.

O objetivo deste tipo de ação, como explica a organização, passa por “potenciar dinâmicas de complementaridade que permitam o reposicionamento e a consolidação da imagem e perceção do Centro de Portugal e, especificamente, do território das Montanhas Mágicas® como destino turístico privilegiado associado ao Turismo de Natureza”. E acrescenta que “a concretização destes objetivos resultantes de uma adequada partilha de sinergias transfronteiriças, permitir-nos-á aumentar a nossa quota de mercado, crescer em número de turistas, potenciar o aumento da estada média e gerar maior retorno dos investimentos realizados no âmbito do território das Montanhas Mágicas®”.

Esta “press trip”, que se estendeu a São Pedro do Sul e Castro Daire, nos dias 24 e 25 de fevereiro, constitui uma das ações do projeto de Internacionalização das Montanhas Mágicas®, promovido pela ADRIMAG e cofinanciado pelo Compete 2020 no âmbito do SIAC Internacionalização.

———————————————————————————————————————-

Edição 734 (22/02/2018)

Eliminados no concelho 74 ninhos de Vespa Asiática

O Município tem procedido à destruição dos ninhos de vespa asiática detetados no concelho, como medida de controlo da proliferação desta espécie.

A vespa-asiática (nome científico: Vespa velutina) é essencialmente um predador de outras vespas e abelhas. Os ninhos primários têm cerca de 5-10 cm de diâmetro, os ninhos secundários têm uma forma redonda ou em pêra com cerca de 50-80 cm de diâmetro e são geralmente feitos em árvores altas em áreas urbanas e rurais.

Apesar de não ser responsabilidade da autarquia, a Proteção Civil Municipal tem coordenado a operação de eliminação dos ninhos através da utilização de lume, tendo já sido destruídos cerca de 74 ninhos um pouco por todo o concelho (União de Freguesias de S. Pedro do Sul, Várzea e Baiões – 28; União de Freguesias de Carvalhais e Candal– 15; Freguesia de Serrazes – 6; Freguesia de Vila Maior – 6; Freguesia de Pinho – 5; Freguesia de Bordonhos – 4; Freguesia de Valadares – 4; Freguesia de S. Félix – 4; União de Freguesias de Santa Cruz da Trapa e S. Cristóvão de Lafões – 2).

Todos os avistamentos de ninhos ou da presença da vespa asiática devem ser comunicados à Proteção Civil Municipal – 918 743 458.

A Vespa Asiática é uma vespa de grandes dimensões: as rainhas medem cerca de 3 cm e as obreiras cerca de 2,5 cm. A espécie apresenta patas amarelas características. O tórax é castanho-escuro ou preto aveludado, delimitado por uma faixa fina amarela e um único segmento abdominal quase inteiramente amarelado-alaranjado. A cabeça é preta e a face laranja/amarelada.

————————————————————————————————–

Atendimento do GAM nas juntas de freguesia

O serviço de atendimento do GAM – Gabinete de Atendimento ao Munícipe – vai voltar a ser efetuado nas juntas de freguesia a partir do próximo dia 26 de fevereiro.

Assim, nos dias e horários indicados, uma vez por semana, os munícipes podem dirigir-se à sede da sua junta de freguesia e tratar de diversos assuntos relacionados com águas e saneamento, taxas e licenças, ação social, educação, entre outros.

Esta é uma medida que permite aproximar a autarquia dos munícipes, facilitando a comunicação com as freguesias mais distantes da sede do concelho.

————————————————————————————————————–

Edição 733 (08/02/2018)

Palestras dinamizadas pelo fotógrafo vouzelense João Cosme

440 Alunos do concelho assistiram às palestras no âmbito do Cinclus

Enquadradas no Cinclus – Festival de Imagem de Natureza, terminaram dia 25 de janeiro, as palestras aos alunos das escolas de Vouzela. Dinamizadas pelo fotógrafo vouzelense João Cosme, as palestras decorreram de 23 a 25 de janeiro e contaram com a presença de mais de 440 alunos de todo o 1º ciclo do concelho, escola secundária de Vouzela e EB2 de Vouzela. Para além de divulgar e valorizar a diversidade da fauna e da flora do concelho, muitas vezes desconhecida até para quem vive na região, as iniciativas tiveram como objetivo consciencializar os mais novos para a proteção da natureza e da biodiversidade. O Cinclus – Festival de Imagem de Natureza de Vouzela está na sua oitava edição e tem a sua abertura oficial marcada para as 15h15, do dia 27 de janeiro, numa sessão que contará com a presença do secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas.

 

CINCLUS FEST GENERG – Fotógrafo de Natureza do Ano

O cineteatro João Ribeiro recebeu, a sessão de entrega dos prémios do concurso juvenil de fotografia e pintura de natureza e do concurso GENERG – Fotógrafo de Natureza do Ano.

7 Categorias (Parque Natural Local Vouga Caramulo – Vouzela, Paisagem, Fauna, Flora e Fungos, Aves, Repteis e Anfíbios e Arte Fotográfica) despertaram o interesse de 87 fotógrafos que enviaram mais de 1800 fotografias.

Manuel Malva foi o vencedor do prémio Fotógrafo de Natureza do Ano.

Parabéns a todos os participantes e premiados!

—————————————————————————————————–

Cineteatro encheu para ver Teatro de revista

O espetáculo de revista “Ó Zé bate o Pé!” subiu ao palco do Cineteatro Jaime Gralheiro no sábado, dia 2 de fevereiro.

Os reconhecidos artistas Luís Aleluia, Maria Tavares, Álvaro Faria, Fátima Curto e Bárbara Santos ofereceram uma noite muito alegre à plateia que encheu o Cineteatro, com bom humor popular aliado às cantigas, revivendo a boa revista à portuguesa em S. Pedro do Sul.

—————————————————————————————————

Hospital do Sorriso em Vouzela

No passado dia 4 de fevereiro, domingo, Vouzela recebeu o Hospital do Sorriso. Trata-se de um projeto social, integrado na Associação Portuguesa de Aromaterapia, que reúne um grupo de terapeutas de medicinas alternativas que leva cuidados de saúde às pessoas em vários pontos do país. Este grupo de terapeutas disponibilizou- -se para vir a Vouzela e, na Escola EB2 (em frente ao centro de saúde), e atendeu, gratuitamente, quem quisesse experimentar tratamentos no âmbito da Aromaterapia, massagens de vários tipos, acupuntura, entre outras.

Foi uma oportunidade única de contactar com novas formas de tratar o corpo e a mente, de relaxar e de ter momentos agradáveis de saúde e bem estar. Quem foi até Vouzela e passou um pouco do seu domingo conhecendo pessoas que se dedicam a tornar os outros mais felizes e usufruindo de tudo o que têm para oferecer.

Esta iniciativa teve o apoio da Câmara Municipal de Vouzela e do Agrupamento das Escolas de Vouzela.

—————————————————————————————————-

Edição 732 (25/01/2018)

Carvalhais – Reabertura do Restaurante S. Tiago

• Fotos de Mário Correia de Oliveira

Para assinalar a reabertura do Restaurante S. Tiago, o Centro de Promoção Social de Carvalhais, em colaboração com a Escola Profissional, organizou, no passado dia 18 de Janeiro, um almoço, confeccionado e servido pelos alunos daquela Escola.

Neste contexto, e como é habitual em circunstâncias deste teor, foram convidadas entidades, oficiais e oficiosas, tendo estas marcado presença, ou tendo-se feito representar. Nesta conformidade, estiveram presentes: o Presidente da Câmara de S. Pedro do Sul e seu staff; o representante da Diocese de Viseu; o Presidente da Junta de Freguesia; empresários; comunicação social (designadamente, a Gazeta da Beira).

A contribuir para um ambiente e demonstração de um certo requinte, deparámos com um menu bem elaborado, e igualmente executado, onde se fez notar o ‘dedo’ profissional de alunos/as a quem não faltam predicados para uma boa carreira em perspectiva, em que a simpatia e a competência (por certo com a mestria dos professores da área) condimentaram toda a sua acção, desde os aperitivos (à base de queijos e doçaria) até final do serviço. Tudo num espaço, cujo sentido da agradabilidade havia merecido criteriosa atenção. Ou não se tratasse de uma “reabertura”…!

Usaram da palavra algumas das entidades presentes, nomeadamente, o Presidente da Câmara, o representante da Diocese de Viseu e o Director do Centro de Promoção Social de Carvalhais (Pe José Júlio) este, salientando que o espaço está aberto para almoços, à quinta-feira, e para realização de casamentos, baptizados e reuniões de carácter empresarial.

Gazeta da Beira deseja felicidades e o maior sucesso para o Restaurante S. Tiago, no âmbito das suas funções.

———————————————————————————————

Presidente do Município nomeado para grupo de trabalho das comparticipações termais

O Presidente do Município, Vitor Figueiredo, foi nomeado representante da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) para integrar o grupo de trabalho para o Regime de Reembolso, Mediante Prescrição Médica, das Despesas com Cuidados de Saúde Prestados nas Termas.

A criação deste grupo de trabalho surge na sequência da recente aprovação da reposição das comparticipações dos tratamentos termais, sendo esta nomeação uma distinção para o Município e para as Termas de S. Pedro do Sul.

—————————————————————————————————

Reunião com as Associações do Concelho

O Município promoveu uma reunião com as Associações do concelho, no passado dia 24 de janeiro, no Cineteatro Jaime Gralheiro, com o objetivo de prevenir situações semelhantes aos últimos acontecimentos trágicos ocorridos numa associação de um concelho vizinho.

A participação dos dirigentes na discussão dos aspetos da vida social das entidades, particularmente no que se refere à segurança, reveste-se de especial e vital importância para o bom funcionamento das instituições, considerando, até, o facto destas entidades promoverem o convívio popular entre associados, familiares e amigos das mesmas.

——————————————————————————————————————–

Edição 731 (11/01/2018)

‘Prémio Margarida e Jaime Gralheiro – Um Aplauso para a Formação e para o Conhecimento’

• Ana Manuela Gralheiro

No passado dia 22 de dezembro de 2017, cumpriu-se, pelo terceiro ano consecutivo, a entrega do ‘Prémio Margarida e Jaime Gralheiro – Um Aplauso para a Formação e para o Conhecimento’, relativo ao ano letivo 2016/2017 para o melhor aluno do 12º ano de ASE A).

Este prémio tem por objetivo o apoio solidário ao prosseguimento dos estudos em estabelecimento do ensino superior público aos alunos que, por razões socioeconómicas não o possam fazer ou tenham extrema dificuldade em o fazer, na vertente da contribuição para os encargos normais com os mesmos.

A simbologia deste prémio prende-se com uma vontade de Margarida Gralheiro e Jaime Gralheiro, de incentivo à excelência dos alunos, promovendo, desta forma, os conhecimentos académicos integrados num saber mais amplo, nomeadamente os da responsabilidade social, vivência cívica ativa, livre, solidária e democrática.

Esta iniciativa só é possível graças aos filhos de Margarida e Jaime Gralheiro, que cientes de que o conhecimento e a cultura foram sempre as meninas dos olhos dos pais, decidiram institui-lo como tributo aos seus progenitores.

A cerimónia decorreu no salão nobre dos Paços do concelho, com a presença do senhor presidente da câmara municipal, presidente a assembleia municipal, diretor do agrupamento de escolas de S. Pedro do Sul, vereadores, deputados municipais, alunos, pais, familiares, amigos e comunicação social.

O prémio foi desta vez entregue à aluna Liliana Cristina Almeida Pereira que já se encontra a frequentar o 1º ano da Licenciatura em Bioquímica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

Foram recordadas as alunas que também venceram os prémios nos dois últimos anos:

– Rafaela Cardão Pereira Rodrigues que venceu o Prémio em 2016. E que atualmente frequenta o 2º ano da Licenciatura em Ciência Política e Relações Internacionais, na Fac. de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

– A aluna Maria de Fátima de Almeida Batista que venceu o Prémio em 2015 e que frequenta o 3º ano de Medicina no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (Porto).

 

 

————————————————————————————————-

Município candidata 4 projetos estruturantes para S. Pedro do Sul

A Câmara Municipal efetuou, no fim do ano de 2017, candidaturas ao Turismo de Portugal, em parceria com três juntas de freguesia do concelho, num total superior a 2 milhões de euros.

São quatro os projetos estruturantes que apostam na dinamização turística de S. Pedro do Sul, nomeadamente os Passadiços de Manhouce, em parceria com a junta de freguesia local, onde se pretende instalar uma infraestrutura de madeira ao longo do Rio Teixeira, aproveitando a paisagem natural e única desta zona, com cascatas de águas límpidas e o verde da natureza.

Outro projeto para Manhouce contempla a construção de um Museu Etnográfico para preservação e divulgação da riqueza histórica e tradições desta aldeia típica serrana.

Em parceria com a união de freguesias de S. Pedro do Sul, Várzea e Baiões, o Município submeteu uma candidatura para melhoramento da zona ribeirinha de Pouves e arranjo da Foz do Rio, no Lenteiro do Rio, que contempla a criação de equipamentos de apoio (quiosque, instalações sanitárias e chuveiros/lava-pés), limpeza das margens, recuperação dos açudes e desassoreamento das zonas de banhos.

No S. Macário, a autarquia em parceria com a junta de freguesia de Sul, procedeu à candidatura de um projeto que visa dotar o alto da serra de condições para receber condignamente os milhares de turistas e peregrinos que a visitam todos os anos.

Assim, esta intervenção contempla um Centro de Interpretação com exposições interativas, melhoria do traçado que faz a ligação às capelas permitindo o acesso a autocarros, organização do estacionamento, construção de parque de merendas, alargamento do recinto da missa campal, reflorestação e construção de mirante.

 

—————————————————————————————-

Edição 730 (21/12/2017)

ASSOL – Associação de Solidariedade Social de Lafões

Pertencer e Participar para Aprender, novo livro editado pela ASSOL

A ASSOL acaba de editar mais um livro com o título: Pertencer e Participar para Aprender. Este livro é uma reflexão sobre o trabalho que a ASSOL tem vindo a fazer, ao longo dos anos, em conjunto com as escolas para promoção da inclusão social das crianças e jovens pessoas com necessidades especiais.

A conclusão principal é que se torna necessário e possível alterar, significativamente, a forma como apoiamos os alunos com vantagens para estes e também para os profissionais envolvidos.

Acreditamos que os apoios, mais do que trabalharem o desenvolvimento do aluno, devem ajudá-lo participar nas atividades da escola e da sua turma.

Apresentamos também uma Lista de Verificação da Inclusão que nos permite avaliar até que ponto o aluno participa na vida da turma e da escola.

O livro é o resultado de um trabalho de dois anos da equipa do CRI – Centro de Recursos para a inclusão e embora ainda não esteja publicado, o que aprendemos, já permitiu aos técnicos do CRI e às escolas melhorar o apoio aos alunos com necessidades educativas especiais.

O livro, cuja edição foi apoiada pelo INR – Instituto Nacional de Reabilitação vai ser apresentado em Lisboa no II Encontro do ODDH – Observatório da Deficiência e Direitos Humanos, que se realiza dia 13 de dezembro no ISCSP da Universidade de Lisboa.

Esperamos no mês de janeiro realizar algumas ações de divulgação nas escolas e da região e nas escolas de formação de professores da região.


Exposição na Câmara Municipal de S. Pedro do Sul

Exposição de Bonecos de Neve nos Paços do Concelho

Durante o mês de dezembro, todos os dias úteis das 9h00 às 17h00, nos Paços do Concelho, está patente uma exposição de Bonecos de Neve.

Estes trabalhos foram realizados com toda a imaginação e criatividade pelas crianças dos jardins-de-infância e do 1.º ciclo do ensino básico do concelho.

Uma exposição a não perder nesta quadra especial!

—————————–

Sever do Vouga: “Autarquia + familiarmente responsável 2017”

Sever do Vouga recebeu, pelo segundo ano consecutivo, a distinção de “Autarquia + Familiarmente Responsável”, integrando o lote de 61 municípios reconhecidos pelas práticas adotadas em prol das famílias. A cerimónia de entrega das bandeiras verdes, promovida pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis, decorreu a 29 de novembro, em Coimbra.

A distinção reflete as políticas municipais implementadas nos últimos anos, como explica o presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga. “A ação social é a nossa maior aposta. Temos vindo a conjugar esforços, em diferentes áreas, no sentido de adotar práticas cada vez mais amigas das famílias”, afirma António Coutinho, dando como exemplo o aumento do número de bolsas de estudo aos alunos do ensino superior, os projetos e ações culturais e educacionais dirigidos às famílias, o apoio na reparação de habitações, a oferta de cadernos escolares, a descida de impostos, o programa de incentivo à natalidade e arrendamento urbano, entre outros.

Recorde-se que, para a atribuição deste galardão, o Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis analisou as políticas da família em diferentes vertentes: apoio à maternidade e paternidade, apoio às famílias com necessidades especiais, medidas de conciliação entre trabalho e família, serviços básicos, educação, habitação, transportes, acessibilidades, saúde, cultura, desporto e tempos livres e participação social.

———————————————————————————————————————-

Edição 729 (7/12/2017)

Município assinala Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres

A UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta) em parceria com o Município de S. Pedro do Sul assinalou o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contras as Mulheres, com uma iniciativa que decorre hoje, dia 29 de novembro, na Praça da Liberdade, no Porto.

“Uma árvore erguida por cada mulher caída” é o nome da iniciativa onde foram erguidos 18 carvalhos em nome das 18 mulheres assassinadas este ano, em Portugal, vítimas de violência de género.

Estas 18 árvores serão depois transportadas para o concelho de S. Pedro do Sul, onde 17 serão plantadas em áreas afetadas pelos incêndios de 15 de outubro.

No dia 10 de dezembro, pelas 16h00, uma das árvores vai ser simbolicamente plantada numa das áreas de lazer da Ecopista com um painel alusivo à homenagem realizada às vítimas deste flagelo.

O Município congratula-se por estabelecer esta parceria com a UMAR, numa iniciativa que homenageia as 18 mulheres assassinadas este ano em Portugal, uma realidade que todos os dias deve ser lembrada, alertando toda a comunidade para a defesa dos Direitos Humanos das mulheres e raparigas como sendo universais e intransmissíveis.

 

—————————————————————————————–

Edição 728 (23/11/2017)

Reabilitação do Balneário Romano

As obras de valorização, conservação e reabilitação das Termas Romanas de S. Pedro do Sul decorrem a bom ritmo.

Nesta fase decorrem as operações de limpeza do terreno e execução dos trabalhos arqueológicos, onde se tem encontrado vestígios de outras construções e alguns pavimentos da época.

Foi ainda verificada nas escavações a existência de diversas canalizações antigas e de uma área de implantação e construção maiores, comprovando que o edifício sofreu mais adaptações do que as conhecidas.

O Município informa que a empresa responsável pela obra vai proceder à abertura de alguns espaços na vedação para que a população e visitantes possam acompanhar os trabalhos no terreno.

——————————————-

Festa da Castanha e do Mel celebrou a 19.ª edição

A 19.ª edição da Festa da Castanha e do Mel decorreu no passado fim-de-semana, dias 11 e 12 de novembro, em Macieira, na freguesia de Sul.

A Vereadora Teresa Sobrinho e o Presidente da Junta de Freguesia de Sul, José Pedro Maurício, procederam à abertura oficial deste evento e visitaram todos os expositores presentes, onde a castanha e o mel assumiam lugar de destaque, além do artesanato e diversos produtos endógenos.

Neste evento, de grande tradição no concelho, os visitantes puderam assistir a um show cooking de castanha e mel e participar no magusto tradicional, acompanhados de muita animação musical.

A Festa da Castanha e do Mel afirma-se, cada vez mais, como um evento de promoção e divulgação dos produtos endógenos, que tem como objetivo apoiar os produtores locais, escoando os seus produtos, assim como promover o concelho e o turismo das aldeias e da serra.

———————————

Município mantém aposta na natalidade

O Presidente do Município, Vítor Figueiredo, entregou hoje cheques de apoio à natalidade a mais 9 famílias inscritas no Programa Municipal de Incentivo à Natalidade.

Criado em 2014, no âmbito do projeto de intervenção social “S. Pedro Mais Solidário”, o programa “Mais Natalidade” tem como objetivo apoiar as famílias com um subsídio mensal até 50,00€, durante um ano, no reembolso de despesas realizadas nos estabelecimentos comerciais da área do concelho de S. Pedro do Sul.

A autarquia pretende assim promover a fixação de população no concelho de S. Pedro do Sul, bem como favorecer a qualidade de vida das crianças e respetivas famílias em situação económico-social mais desfavorecida.

——————————————————

Edição 727 (9/11/2017)

“Memórias de um Futuro Próximo”

Espetáculo solidário reverteu a favor das vítimas do incêndio

No passado dia 4 de novembro, dois jovens artistas do Concelho, Érica Dias e Rui Tavares, apresentaram “Memórias de um Futuro Próximo”, no Cineteatro Dr. Morgado, na sequência do prémio “Jovens Expressões de Lafões”.

Este prémio foi atribuído no âmbito do projeto Lafões Terra de Cultura, promovido pela Binaural Nodar em parceria com os Municípios de Oliveira de Frades, Vouzela e S. Pedro do Sul.

De salientar que a receita deste espetáculo, no valor de 397,88 €, reverteu na sua totalidade para as vítimas do recente incêndio, através do seu depósito na conta solidária aberta pelo Município. Embora estando subjacente a gratuidade deste evento, cada espetador contribuiu com o valor que entendeu para esta ação solidária.

O Presidente da Câmara, Paulo Ferreira e a Vereadora, Clara Vieira usaram da palavra, reconhecendo a criatividade e o talento destes dois jovens artistas, agradecendo a solidariedade demonstrada.

—————————————————

Autarquia irá financiar equipamento e obras

Câmara Municipal de Vouzela assegura melhoria das condições do Centro de Saúde para promoção das consultas de saúde oral

O Presidente da Câmara Municipal de Vouzela, Rui Ladeira, e o Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Centro, José Manuel Tereso, assinaram, hoje, dia 31 de outubro, um protocolo de colaboração que visa melhorar as condições físicas da Unidade de Saúde de Vouzela para  a realização das consultas de saúde oral.

A cerimónia foi presidida pelo Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e contou com a presença do Diretor do Centro Distrital de Viseu do Instituto da Segurança Social, do Diretor Executivo do ACES Dão Lafões, do Diretor do Centro de Saúde de Vouzela, dos representantes das Ordens dos Médicos e dos Enfermeiros entre outras entidades.

De acordo com o protocolo, caberá à autarquia assegurar a aquisição de equipamento técnico, bem como as obras de adaptação para o Gabinete de Saúde Oral, cujo valor total ascenderá a cerca de 10 mil euros, acrescidos de iva.

Com este investimento, o Centro de Saúde de Vouzela ficará totalmente habilitado para prestar cuidados de saúde oral personalizados, preventivos e curativos, ministrados por profissionais especializados, de acordo com o preconizado pelo Programa Nacional de Promoção de Saúde Oral (PNPSO).

———————-

Município procede à limpeza das margens do rio Vouga

O Município está a proceder à limpeza das margens do Rio Vouga, tendo iniciado a intervenção na zona do Gerós.

Esta operação de limpeza, que não era executada há muitos anos, contempla a remoção de vegetação, lixo e entulho acumulados e visa requalificar a envolvente do Rio, melhorando o seu impacto visual e criando condições para o futuro aproveitamento lúdico e turístico.

———————————————————————————————

Edição 726 (26/10/2017)

Praia Fluvial da Ucha e criação de Equipa de Bombeiros vencem Orçamento Participativo’18

O Município de S. Pedro do Sul apresentou hoje, dia 24 de outubro, os resultados da votação do Orçamento Participativo’18, com entrega de certificados a todos os participantes e dos prémios aos projetos vencedores.

Das 15 propostas entregues na 1.ª fase, foram 9 os projetos validados e submetidos à votação. Esta foi a edição que registou a maior participação online e presencial perfazendo um total de 1500 votantes.

O Projeto de Revitalização da Praia Fluvial da Ucha e o Projeto de Criação de Equipa de Bombeiros Voluntários de São Pedro do Sul em articulação com a Proteção Civil Municipal para patrulhamento e vigilância das áreas florestais são os grandes vencedores desta edição do Orçamento Participativo com um total de 805 e 649 votos, respetivamente.

Estes projetos vão agora ser integrados no Plano de Atividades e Orçamento Municipal para 2018.

—————————————————-

Tomada de posse dos novos órgãos autárquicos em Vouzela

A cerimónia de instalação dos novos órgãos autárquicos do Município de Vouzela (Câmara Municipal e Assembleia Municipal) realizou-se no dia 14 de outubro passado, no edifício dos Paços do Concelho.

Nas eleições autárquicas do passado dia 1 de outubro, Rui Ladeira foi reeleito Presidente da Câmara Municipal de Vouzela, tendo também sido eleitos nas listas do PSD, os vereadores Carlos Lobo, Carla Maia e Pedro Ribeiro. Pelo PS foi eleito António Meneses.

Para a Assembleia Municipal, o PSD elegeu 10 candidatos: Telmo Antunes, que assume a presidência, João Vale de Andrade, Maria Isabel Duarte, Marco Dias, Célia Almeida, Palmira Mendes, Francisco Lourenço, Luís Almeida, Teresa Marques e André Vaz. Pelo PS foram eleitos: Simões de Almeida, Viriato Garcez, Alexandra Neves, Tiago Marques e Gil Azevedo e Silva.

Integram também a Assembleia Municipal os presidentes de Junta de Alcofra, Celestino Vaz (PSD); Campia, Carlos Duarte (PSD); Fornelo do Monte, Sérgio do Vale (PS); Queirã, Paulo Ribeiro (PSD); São Miguel do Mato, Gilberto Carmo (PS); Ventosa, Fátima Figueiral (PSD); União de Freguesias de Fataunços e Figueiredo das Donas, Carlos Oliveira (PSD); União de Freguesias de Cambra e Carvalhal de Vermilhas, António Ferreira (PSD) e União de Freguesias de Vouzela e Paços de Vilharigues, António Garcez (PS).

—————————————————————————————————————

Edição 725 (12/10/2017)

Vouzela recebe projeto Susplace

Viagem de 15 investigadores a Carvalhal de Vermilhas

Na passada quinta-feira, dia 28/9 e sábado, dia 30/9 a Binaural Nodar participou como parceiro não académico no encontro geral do projeto Susplace, um projeto europeu ligado ao desenvolvimento sustentável dos territórios e que reúne 15 jovens investigadores e vários centros de investigação universitária de toda a Europa.

De entre as várias atividades que se desenvolveram nos vários dias, é de destacar a viagem de campo que a comitiva Susplace efetuou ao Município de Vouzela no sábado dia 30/9, particularmente à comunidade de Carvalhal de Vermilhas, Freguesia de Cambra e Carvalhal de Vermilhas, onde uma sede da associação local a abarrrotar assistiu à versão com legendas em Inglês do documentário “Lugar Sentido: Carvalhal de Vermilhas” de Luis Gomes da Costa e Cátia Rebelo, e a uma atuação do Grupo de Cantares do Rancho Folclórico de Carvalhal de Vermilhas, a qual encantou os convidados oriundos de dezenas de países Europeus e de outros continentes.

• Foto Liliana Silva

———————————————————————————————-

 

O que é?

A vespa velutina é uma espécie de origem asiática e predadora da abelha europeia (Apis melifera). É das maiores vespas do mundo: as rainhas chegam aos 3,5 centímetros de comprimento. Uma vespa comum tem 2,5 centímetros, e uma abelha 15 centímetros.

Imagem de marca

É chamada vespa de patas amarelas, sendo esta a sua característica mais visível, além de

uma mancha amarela no corpo.

Onde está?

Chegou à Europa em 2004, pensa-se que através de encomendas com cerâmica chinesa que desembarcaram no porto de Bordéus, em França. A presença foi confirmada em Espanha em 2010. em Portugal e na Bélgica em 2011 e em Itália no final de 2012.

Riscos

O principal é a predação das abelhas. Além do ataque direto, a presença desta vespa diminuiu a atividade das abelhas e enfraquece-as, o que diminui a produção de mel e produtos relacionados, mas também põe em causa a polinização. Pode também picar as pessoas e, sendo um pouco maior, pode causar mais danos – mas não é considerada mais perigosa para seres humanos do que a vespa europeia.

Ninhos

Podem conter até 2200 vespas e 150 fundadoras que, caso não forem destruídas, no ano seguinte podem vir a criar pelo menos seis ninhos.

Pico de atividade

É no verão e outono que se dá o crescimento exponencial da colónia e. consequentemente, há mais ataques a apíários da abelha europeia.

———————————————————————————————–

Início da obra de saneamento básico em Paços de Vilharigues

Iniciaram, recentemente, as obras do sistema de saneamento básico em Paços de Vilharigues, que incluirá as localidades da Touça, Vilharigues e Ameixas.

A máquina valadora, equipamento utilizado para a abertura de valas, está a escavar a uma média de 150 metros por dia, tornando processo mais rápido, limpo e perfeito.

Esta é uma obra a cargo do Município de Vouzela e que irá integrar o sistema intermunicipal da ETAR do Valgode.

Resulta de uma candidatura apresentada pela autarquia ao POSEUR – Portugal 2020 para a ampliação dos sistemas de águas residuais a Fataunços, Ventosa e Paços de Vilharigues.

O investimento elegível é de 948.618 euros, sendo financiado em 85%, a que corresponde um montante de 806.325 euros.

————————————————————————————

“O pequeno grande polegar” juntou centenas de pessoas na praça do município de S. Pedro do Sul

O espetáculo de teatro de rua “O Pequeno Grande Polegar” passou por S. Pedro do Sul no passado sábado, dia 30 de setembro.

A Praça do Município foi o palco desta peça de teatro encenada pelo “Trigo Limpo Teatro Acert” e promovida pela Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões.

Centenas de pessoas assistiram a este espetáculo onde uma marioneta gigante é a personagem principal de uma nova versão do conto tradicional “O Polegarzinho”.

———————————————————————————————————————————

Edição 724 (28/09/2017)

Eduardo Veiga: o napoleão do asfalto que “conquistou” Vouzela e o Constálica Rallye

• P´Comissão Organizadora do 4º Constálica Rallye Vouzela – Rampa Srª do Castelo

Piloto de Águeda logrou o triunfo na prova do Gondomar Automóvel Sport pontuável para o Regional de Ralis do Centro, com José Gomes a assinar cinco das seis provas em agenda, embora relegado para fora dos lugares cimeiros na sequência de uma penalização. Vítor Pascoal foi extraordinário no capítulo da rapidez…

 

O piloto Eduardo Veiga exibiu os seus dotes de condução aos comandos do seu Ford Escort MK2, ao vencer o Constálica Rallye Vouzela, prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis do Centro – Jorge Amorim e Troféu CIN, com o tempo de 24m29,7. Uma vitória que “apanhou” tudo e todos de surpresa, já que o aguedense não figurava no lote de principais favoritos mas que, de certa forma, retirou os devidos dividendos de alguns problemas alheios.

De facto, o início da prova foi atribulada para José Gomes. Na super-especial de sábado à noite, o piloto viseense, navegado por Pedro Vaz, mas que no ano passado colheu os melhores frutos na companhia de Nuno Ribeiro ao lograr o triunfo, viu-se desta vez afastado de repetir a dose na sequência de uma penalização de 3 minutos, caindo vertiginosamente na classificação.

Com mais cinco provas especiais pela frente, José Gomes respondeu cabalmente ao infortúnio e, a partir do troço inaugural do segundo dia, na circunstância a primeira passagem por Constálica/Senhora do Castelo, na distância de 5.89 km, foi só somar triunfos até final da prova. Face ao plantel de luxo que marcou presença em Vouzela e com várias viaturas de qualidade, José Gomes acabou por ficar totalmente impedido de lutar pela vitória, mas para a história ficou uma condução imaculada ao volante de um Citroën Saxo Kit Car. O viseense foi o mais rápido durante toda a competição, venceu cinco das seis especiais que faziam parte do “cardápio” da prova e encerrou a sua participação no 10.º lugar, a 2m06,6s para o vencedor.

Indiferente a todo este distante cenário, permanecia Eduardo Veiga que faz equipas com Justino Reis. Como os triunfos nas especiais não usufruía reflexo na classificação geral, o piloto aguedense só teve de olhar em frente, limitar-se a evidenciar classe e mestria na condução em asfalto e defender com galhardia os ataques de Tiago Reis que, navegado por João Aguiar, nunca deixou de imprimir um andamento uniforme com o Vokswagen Golf, cotando-se o segundo mais rápido a 10,4 segundos de diferença.

Rui Ferreira, em Seat Ibiza TDI, ainda passou pela liderança após o final da primeira especial do segundo dia, mas a sua pretensão por um “lugar ao sol” caiu por terra ao sair de estrada logo a seguir, protagonizando um acidente aparatoso. Com este final inglório para o piloto de S. Pedro do Sul, navegado por Luís Pinto, coube a Vítor Ribeiro e Vítor Silva, em Mitsubishi Lancer Evo IX, apreciarem as classificativas no topo da classificação até à penúltima especial da prova, acabando por abandonar já na recta final e com a linha de chegada à vista.

Depois de uma luta perseverante e muito perto das duplas da frente, o viseense Hugo Lopes, navegado por Nuno Mota Ribeiro, terminou a prova do Gondomar Automóvel Sport na terceira posição, a 24,6 segundos do vencedor, explicando como se anda célere num Citroën Saxo Kit Car.

Cláudio Ornelas e Miguel Duarte, em Mitsubishi Lancer Evo VIII, taxaram a sua participação no Constálica Rallye Vouzela na quarta posição, seguidos de Nelson Trindade e Raquel Graça, em Mitsubishi Lancer Evo IX, a 56s e 1m11,3s do vencedor, respectivamente.

 

Vítor Pascoal passou em Vouzela a alta velocidade

Refira-se, por outro lado, que do naipe de pilotos inscritos na prova do Campeonato Regional de Ralis do Centro, a dupla formada por Vítor Pascoal e Pedro Alves, em Porsche 997 GT3, assinou o tempo mais rápido (22m15,9), com Carlos Matos e Bino Santos, aos comandos de um Ford Fiesta R5, a reclamar 22m45,2s.

Os dois pilotos foram, de facto, os protagonistas de um capítulo verdadeiramente apaixonante. Carlos Matos iniciou a defesa dos tempos mais rápidos ao seu melhor estilo, logrando esse desiderato na super-especial nocturna de sábado, prosseguindo com a mesma veia atacante no domingo de manhã, ao superar Constálica/Senhora do Castelo, registando 7,4 segundos de vantagem.

Vítor Pascoal respondeu logo a seguir, ao ser o mais rápido na primeira passagem pela especial Plafesa/Penoita, com a vantagem de 7,4 segundos, deixando os dois protagonistas desta história com final incerto e a necessitar de uma aposta “tripla”. A três provas especiais do termo da prova, a quarta especial – segunda passagem por Constálica/Senhora do Castelo – era aguardada com enorme expectativa, mas foi Carlos Matos que voltou a soltar os “cavalos” do Ford Fiesta R5 para “cavalgar” para a liderança, presa por 0,4 segundos.

Estava ao rubro esta luta de interesses, em que ninguém queria abdicar da celeridade. A segunda passagem por Plafesa/Penoita, contudo, embargou abruptamente a história. Depois de um prefácio vertiginoso, que avançou velozmente por quilómetros de páginas de suster a respiração, o “poema” não passou do quinto capítulo. Um cão atravessou-se à frente da viatura alugada à espanhola RMC Motorsport, não deixando outra alternativa a Carlos Matos que, sobressaltado com o aparecimento inopinado do canino, travou a fundo e, com isso, não evitou súbitos contratempos e alguns piões à mistura, entregando de bandeja o “conflito de interesses” a Vítor Pascoal, permitindo ao piloto do Baião economizar 27,6 segundos e encarar a derradeira especial sem pressão e auferir mais 2,10 segundos, totalizando 29,3 segundos à melhor… O piloto de S. Pedro do Sul viu-se assim destituído da lista dos mais rápidos, depois de exibir, juntamente com o seu navegador, a “coroa” nos últimos três anos.

O aguedense Miguel Abrantes, que faz equipa Marco Saraiva, foi um espectador atento da luta titânica de Vítor Pascoal e Carlos Matos, acabando por ser o terceiro mais rápido no Skoda Fabia S2000, a 1m21,6 do piloto nortenho de Baião. Por seu turno, Edgar Reis e Jorge Lopes, em Porsche 997, cerraram fileiras na participação da prova do Gondomar Automóvel Sport na quarta posição, a 2m14s do piloto do Porsche 997 GT3, com Nuno Boavida e Antónia Peniche, em Renault Megane, a fechar o “top five”, a 4m29,8s do mais rápido.

 

Todas informações disponíveis no site oficial da prova:

www.constalicarallyevouzela.pt

ou na página oficial do Facebook

https://www.facebook.com/constalicarallyevouzela

————————————————————————————————

Edição 723 (14/08/2017)

Quartel Bombeiros Santa Cruz da Trapa vai ser remodelado

O quartel dos Bombeiros Voluntários de Santa Cruz da Trapa-S. Pedro do Sul vai ser alvo de obras de remodelação e ampliação e as obras vão custar cerca de 460 mil euros e as mesmas vão dar mais operacionalidade à acção do corpo de bombeiros e melhores condições de comodidade e segurança nas instalações. O lançamento do concurso já foi publicado em Diário da República. As obras têm o apoio  de fundos comunitários e contemplam o alargamento do parque auto que neste momento é pequeno e a cobertura também vai ser substituida, porque é de fibrocimento. O preço base do concurso é de 460 mikl euros, porque a C.M. de S.Pedro do Sul apoiou em mais 70 mil euros, a juntar aos 60 mil da comparticipação que já tinha garantido.  Possivelmente para o mês de Setembro do ano de 2018 as obras estarão concluidas. O corpo activo da corporação é formado por 15 mulheres de 45 homens.

 


Padre Eurico de Sousa já não é o presidente do C. P. S. de Carvalhais

Por Decreto do Bispo de Viseu, D. Ilídio Leandro, o Padre Eurico de Sousa, que vinha desempenhando as funções pastorais, nas paróquias de Candal, São Cristovão de Lafões, Santa Cruz da Trapa e Carvalhais, foi transferido para o Arciprestado do Dão, onde irá tutelar as paróquias de S. Miguel de Vila Boa e Rio de Moinhos. Com esta transferência, o Padre Eurico Sousa deixa também de presidir à Direcção do Centro de Promoção Social de Carvalhais, lugar que havia assumido em 2015. Esta transferência, insere-se num conjunto alargado de outras, que constam do Decreto do Bispo de Viseu e que serão consumadas formalmente no mês de Setembro. No entanto e em relação a Eurico Sousa, soubemos que o sacerdote, já não é formalmente Presidente do CPS de Carvalhais e o mandato à frente da IPSS de Carvalhais, vinha sendo tudo menos pacífico. Logo no início da sua gestão, mandou efectuar auditorias internas e externas à Instituição, acabando mesmo, por fazer denúncias no Ministério Público, que resultaram na abertura de um inquérito. Paralelamente, o sacerdote procedeu a diversas alterações na forma de gestão da Instituição. O Sacerdote acredita que a sua forma de actuar, terá gerado algum desconforto e poderá ter contribuido para este desfecho. Frisa ainda que tudo o que fez, foi em consonância quer com os resultados das auditorias mandadas realizar, quer com as recomendações da própria Segurança Social. Segundo Eurico Sousa, as medidas que tomou visaram apenas dar viabilidade financeira à Instituição, mas acabaram por cortar algumas “ mordomias “ que se traduziram no referido desconforto. O Sacerdote acredita, que se o caminho for agora invertido, pode estar em causa a viabilidade futura da Instituição, no entanto manteve-se à frente das paróquias até 31 de Agosto passado e foi substituído opelo Padre José Júlio Almeida.

————————————————————————————————————————–

Abastecimento de água, situação não é crítica mas é preocupante

Com a chegada dos meses de verão e em especial o mês de Agosto, surgem um pouco por todo io lado, problemas com o abastecimento público de água. A região encontra-se segundo o IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera – em situação de seca severa. A precipitação tem sido praticamente nula, os caudais dos cursos de água onde são feitas captações, diminuíram e os lençóis freáticos, estão também em valores mínimos. Vivemos esta época do ano, onde a população aumenta substancialmente, com a chegada de emigrantes e turistas, fazendo disparar o consumo de água. No concelho de S. Pedro do Sul, presentemente a situação ainda não é crítica mas não deixa de ser já bastante preocupante. O Autarca Sampedrense reconhece problemas pontuais no abastecimento em alguns locais do concelho, mas sublima que os mesmos tem sido resolvidos com celeridade, sobretudo devido à colaboração dos Bombeiros, que têm efectuado o transporte de água, para as zonas mais carenciadas. Vitor Figueiredo – Presidente da C.M. S. Pedro do Sul, para encarar este problema no futuro, afirma ser sua intenção, criar uma divisão na autarquia dedicada exclusivamente às águas e saneamento e a aquisição de uma viatura cisterna, pelo município, será também uma prioridade da autarquia. Este problema de carência de água, só ficará resolvido com a construção de uma barragem que o edil aponta para a zona do Dianteiro, onde deverá ser instalada também uma ETA – Estação de Tratamento de Águas. Com estes equipamentos, o abastecimento aos principais núcleos populacionais ficaria resolvido.

—————————————————————————————

Manhouce  inaugurou  sede  da  Junta  de  Freguesia

A nova sede da Junta de Freguesia de Manhouce foi inaugurada no passado mês de Agosto e constitui um espaço polivalente de apoio à população. O objectivo foi construir um edificio com as melhores condições para servir a população em geral. Foi ainda inaugurado um painel de azulejos com imagens de locais e costumes de Manhouce, elaborado por alunas da freguesia num curso de formação da Cearte.

—————————————————————————————————-

Edição 722 (27/07/2017)

Apresentação do projeto da Ecopista do Vouga

Antiga Linha do Vouga convertida em ecopista

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões anunciou que vai apresentar uma candidatura a fundos comunitários para a requalificação e conversão da antiga linha de comboio do Vouga em ecopista, num investimento que ultrapassa os três milhões de euros.

De acordo com o presidente da CIM Viseu Dão Lafões, José Morgado, o projeto vai ser implementado ao longo de 55 quilómetros do troço da linha do Vouga, entre Viseu e Oliveira de Frades.

“Este é um projeto estruturante para a região. Tomámos a decisão política de avançar com este projeto com candidatura a fundos europeus, para construção de uma ecopista que começa em Viseu, passa por Vouzela, S. Pedro do Sul e termina em Oliveira de Frades”, apontou.

Em conferência de imprensa, que decorreu na antiga estação ferroviária de Bodiosa, em Viseu, o secretário executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho, explicou que este projeto será candidatado ao Programa “Valorizar”, do Portugal 2020 (fundos europeus).

“O investimento global do projeto é de 3,3 milhões de euros: o investimento do espaço canal ao nível da infraestrutura é de 2,4 milhões de euros e o investimento em pontes, túneis e obras de arte ascende a quase um milhão de euros”, informou.

Nos 14 quilómetros que atravessam o concelho de Viseu serão investidos 500 mil euros, 400 mil euros nos 6,4 quilómetros que atravessam S. Pedro do Sul, 400 mil euros nos quase nove quilómetros de Vouzela e mais de um milhão de euros nos cerca de 26 quilómetros que atravessam Oliveira de Frades.

De acordo com a CIM Viseu Dão Lafões, com este projeto pretende-se requalificar o piso da plataforma antiga da Linha do Vouga, mas também dotar este troço de equipamentos e infraestruturas que permitam à população local e aos seus visitantes apreciar a paisagem verde.

Pretende-se ainda organizar e colocar no mercado os recursos endógenos do território (naturais, paisagísticos, patrimoniais e culturais), contribuindo para “a qualificação da oferta turística e para a notoriedade e atratividade do destino”.

Com a concretização da ecopista do Vouga, que se vem juntar aos quase 50 quilómetros da Ecopista do Dão, será criado um corredor com uma extensão que poderá ser vista como “a maior ecopista contínua da Península Ibérica”.


Em homenagem aos ferroviários

Município de Vouzela e Museu Nacional Ferroviário associam-se para Exposição de Locomotiva a Vapor em Real das Donas

O Município de Vouzela, em pareceria com o Museu Nacional Ferroviário (MNF) e a União de Freguesias de Fataunços e Figueiredo das Donas, vai inaugurar no próximo dia 30 de julho, pelas 11h no lugar de Real das Donas, o monumento de homenagem ao ferroviário.

Constituído por locomotiva, respetivos carris e painel informativo, o monumento pretende homenagear todos os ferroviários e em especial a memória coletiva das comunidades do concelho com forte ligação ao caminho de ferro, memória esta que perdurou no tempo até aos dias hoje, 27 anos após a desativação deste troço da linha do Vale do Vouga.

Construída na Alemanha, a locomotiva que estará exposta foi adquirida em 1907 pelos Caminhos de Ferro de Guimarães. Após 1947, com a integração das Companhias de via estreita na CP, prestaria serviço em vários pontos da rede, contando-se entre estes a linha do Vale do Vouga, percurso que incluía o concelho de Vouzela no troço entre Viseu e Sernada do Vouga.

O desafio, lançado pelo Município de Vouzela e prontamente abraçado pelo MNF, vem de encontro à missão do museu de promoção do estudo, conservação e valorização do património histórico, cultural e tecnológico ferroviário nacional, através do apoio ao desenvolvimento de iniciativas que visem a sua dinamização, criando condições para o acesso do público à coleção e conferindo-lhe assim a notoriedade e visibilidade que esta merece.

A Locomotiva E103, cedida ao abrigo de um protocolo firmado entre a Fundação Museu Nacional Ferroviário e o Município de Vouzela, ficará exposta em espaço público da localidade de Real das Donas, tendo o Município investido na operação de movimentação e na construção de infraestrutura adequada à sua exposição. Para além das duas entidades parceiras, a preparação das condições técnicas de movimentação e exposição da peça contou ainda com apoio técnico, científico e operacional de outras entidades, entre as quais se contam a Infraestruturas de Portugal S.A., a EMEF – Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário e a União de Freguesias de Fataunços e Figueiredo das Donas.

—————————————————————————————————————

Edição 721 (13/07/2017)

Inaugurada a Sede da ARCUSPOF e da UMJA na Sobreira

O Município congratula-se com a inauguração da Sede que irá acolher a ARCUSPOF (Associação Recreativa, Cultural, Sobreira, Ponte e Feira) e a UMJA (União Musical Juventude e Amizade da Sobreira), visando contribuir para a realização de diversos eventos e atividades, sendo um polo agregador de cultura. Esta Autarquia congratula-se, ainda, com a comemoração do décimo oitavo aniversário da UMJA que se assinalou, também, com a inauguração da Sede.

O Presidente da Câmara, Luís Vasconcelos, evidenciou a importância deste espaço, enaltecendo o trabalho, o empenho e a dedicação da União Musical Juventude e Amizade da Sobreira ao longo destes anos de existência, sendo um exemplo a seguir.

De seguida, procedeu-se ao descerramento da lápide de inauguração pelo Presidente da Câmara, pelo Presidente da Junta de Freguesia, Luís Pereira, pelo Presidente da Direção da ARCUSPOF, Adélio Santos e pelo Presidente da Direção da UMJA, Nuno Garcia. Para finalizar o evento que decorreu, no dia 8 de julho, foi realizado um jantar-convívio e um concerto da UMJA que registou uma forte adesão da população local.

——————————————–

Seminário: “Gestão de Resíduos de Construção e Demolição”

Realizou-se na passada quinta-feira, dia 22 junho, no Auditório do Centro Municipal de Cultura, o Seminário: “Gestão de Resíduos de Construção e Demolição”.

Na abertura do mesmo, o Vereador do Ambiente, Sr. Leonel Ferreira, agradeceu a presença de todos os oradores, agentes locais e várias pessoas que se associaram a esta iniciativa, salientando que a organização deste Seminário é de verdadeira importância para sensibilizar os agentes locais para soluções práticas e sustentáveis para a realização de uma melhor gestão deste tipo de resíduos.

Esta atividade contou com várias entidades presentes, nomeadamente, a Eng. Mafalda Mota, da Agência Portuguesa do Ambiente, a Eng. Carla Lourenço, da Empresa Francisco Pereira Marinho & Irmãos S.A., Sargento Ajudante Aguiar, da GNR, Eng. Jorge Rocha, Chefe de Divisão de Planeamento, Urbanismo e Ordenamento do Território, Eng. Telmo Castro, da Empresa Arcelino Cardoso da Costa, Lda., Eng. Francisco Póvoas, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e também, Eng. Ernesto Rodrigues, Chefe de Divisão de Obras Municipais e Ambiente.

Decorreu também uma visita às instalações do Centro de Gestão de RCD´s das Monteiras situado na Zona Industrial da Ouvida, com o intuito de dar a conhecer às empresas as funcionalidades das instalações e de que modo são para benéficas para a gestão de resíduos.

A organização desta atividade visou, discutir várias temáticas que estão relacionadas com as guias de acompanhamento neste tipo de resíduos, RCD com Amianto, plano de prevenção e gestão de RCD, ações de fiscalização e também discutir as dificuldades que existem em cumprir a legislação existente.

————————————————

PAISAGENS, Festival Internacional de Cinema de Sever do Vouga

Deriva Litoral pela cineasta Sofia Barata

O filme “Deriva Litoral – O impacto da erosão Costeira em Portugal” da cineasta Sofia Barata acaba de ser distinguido com o Prémio Documentário de Longa Metragem na primeira edição do “PAISAGENS, Festival Internacional de Cinema de Sever do Vouga”.

Este filme reporta-nos ao inverno de 2013-2014, altura em que a costa portuguesa foi fustigada por fortes tempestades e prolongada agitação marítima. As zonas costeiras foram notícia pelas piores razões. O filme lembra que o mar tem tido um avanço progressivo, pondo em causa a segurança de pessoas, bens, para além de as praias portuguesas estarem a perder areias.

Este filme tinha tido a sua estreia no último festival de cinema de Avanca.

O júri internacional, presidido pelo cineasta Manuel Matos Barbosa, foi constituído pelo cineasta italiano Simone Saibene, pela realizadora brasileira Lardyanne Pimentel, pelo jornalista e crítico de cinema César Nóbrega e pelo jornalista José Vieira.

O Júri atribuiu ainda o Prémio Curta Metragem de Ficção ao filme marroquino “Pill Anti-Dreams” de Doukhou Essam, filme que acaba de ser produzido e tem em Sever do Vouga uma das suas primeiras exibições.

Também o Prémio Documentário de Curta Metragem foi atribuído a uma obra muito recente. “Lembri Uudu” de Eeva Magi da Estónia levou esta distinção, marcando da melhor forma esta estreia nos ecrãs internacionais.

O Prémio Animação foi para “Face” do realizador da Letónia Jurgis Krásons.

Para além destes prémios, o Júri decidiu atribuir ainda Menções Especiais aos seguintes filmes portugueses:

“África Abençoada”, um documentário de Aminata Embalo, coproduzido com a Guiné-Bissau;

“Miragem” do cineasta e compositor Joaquim Pavão;

“Landing” de Filipe Martins, obra que junta a dança ao espaço do cinema.

Tendo reunido 30 filmes em competição, vindos de 20 países, este evento teve o seu início na passada quinta-feira dia 29, com uma homenagem à atriz e realizadora Inês de Medeiros, que assim passou a ser a madrinha do festival, nas palavras do Presidente do Município Dr. António Coutinho.

PAISAGENS, Festival Internacional de Cinema de Sever do Vouga, nasce com o empenho de colocar “O cinema no miradoiro de Sever do Vouga”.

Na programação do Festival PAISAGENS um destaque particular para o concerto de Patrícia Vasconcelos e o workshop “Cinema e Mirtilo”, que permitiu questionar o cinema e suas abordagens.

————————————————————————————————————————

Edição 720 (22/06/2017)

Congresso de resinagem, ambiente e indústria em  S. Pedro do Sul

Decorreu no Cine Teatro Jaime Gralheiro em S.Pedro do Sul o Congresso de Resinagem, Ambiente e Indústria, nos dias 2 e 3 de Junho e contou com um painel de oradores nacionais e estrangeiros que debateram e apresentaram temas sobre a resinagem e a economia da floresta. O Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural – Amândio Torres – esteve presente no encerramento do 1º dia do Congresso e o mesmo destacou o peso da fileira do pinho, no contexto da floresta nacional, tendo apontado quatro objectivos que, na sua opinião importa trabalhar a curto prazo, de modo a conseguir melhores resultados e médio e longo prazo. Vitor Figueiredo – Presidente da Câmara Municipal de S.Pedro do Sul realçou a importância da mancha florestal no concelho e durante o encerramento do 1º dia, sublinhou o cariz inovador desta realização em território nacional, destacando o papel do Engº Nuno Gomes na organização do mesmo, o qual agradeceu. No segundo e último dia e depois do encerramento do Congresso, realizou-se uma visita às velhas instalações da fábrica de resinas em Figueiredo de Alva.

 

 

———————————————————————————————————

Edição 719 (08/06/2017)

24 e 25 Junho 2017 (15h00 – 20h00) em São Pedro do Sul no Lenteiro do Rio

OCUPAI! – Festival Ibérico de Arte e Ação

• Co-organização: Município de São Pedro do Sul e Binaural/Nodar

O OCUPAI! – FESTIVAL IBÉRICO DE ARTE E AÇÃO volta em 2017 com a sua terceira edição, desta vez para se instalar durante dois dias à beira do rio Vouga, num local emblemático da cidade de São Pedro do Sul (Distrito de Viseu): o Lenteiro do Rio, espaço onde as águas correm mais lentas, onde a vegetação é aprazível e diversa e onde noutros tempos os habitantes lavavam e punham a secar a roupa, local portanto propício para fazer comunidade. É com esse espírito de re-fazer comunidade que o OCUPAI! trará duas tardes de tempo sensível e lentamente fruível, como deve ser encarada a própria vida quotidiana.

O OCUPAI! explorará o próprio rio Vouga, as suas águas e suas margens de forma singular, propondo espetáculos que irão explorar todas as possibilidades criativas que transformem esse rio, mais do que num mero cenário, num espetáculo adicional feito de água, sons, imagens, cheiros, fluxo, memória e fantasia.

O OCUPAI! de 2017 propõe como um dos seus eixos programáticos, aproximar de São Pedro do Sul as regiões de Espanha mais próximas (Galiza, Astúrias, Castilla y León, Etc.), convocando artistas inovadores, como é o caso do fantástico e premiado coletivo LA XATA LA RIFA (Astúrias) de performance, dança e exploração musical, o qual apresentará durante os dois dias do festival duas versões do espetáculo La Ola Flotante (A Onda Flutuante), baseado numa plataforma flutuante de madeira a montar no meio do rio e que convocará os restantes artistas do festival (locais e de fora) a interagir de forma orgânica e fluida com a mesma. Esta será a estreia absoluta em Portugal deste magnífico coletivo asturiano.

Também da Região das Astúrias virá o projeto ECO REM do multiinstrumentista Pedro Acevedo, Folk Drone Ambient feito com loopers e diversos instrumentos ancestrais de todo o mundo, criando composições intuitivas, orgânicas e com elementos de improvisação, mas onde a beleza despontará em cada instante, criando ligações perfeitas com a paisagem envolvente do rio.

Um enorme guitarrista e improvisador galego, PABLO REGA, cúmplice da Binaural/Nodar há mais de 15 anos, volta ao território de Lafões depois de uma longa ausência, na companhia de outros dois grandes músicos galegos, Saúl Puga (contrabaixo) e L.A.R. Legido (bateria e objetos), os quais compõem o projeto F.I.L.O – (Free Improvised Loud Objetive), um vórtice energético entre o free jazz e o rock experimental.

Outro dos eixos programáticos do festival OCUPAI! é o de colocar em ligação formas tradicionais musicais da região de Lafões com estéticas contemporâneas, propondo assim possibilidades de inovação do fantástico património imaterial da região.

Um exemplo claro da interação urbana/rural é o espetáculo E-NXADA, estreado com enorme êxito no Teatro Carlos Alberto (Porto) no passado mês de Abril, e que junta a exploração coreográfica e malabarista da companhia de circo contemporâneo ERVA DANINHA (Porto) à antropologia e exploração sonoras rurais da BINAURAL/NODAR, contando ainda com uma participação final ao vivo dos cantares polifónicos de Lafões do GRUPO DE CANTARES DE CARVALHAL DE VERMILHAS (Vouzela), grupo que prosseguirá logo de seguida com uma atuação própria com alguns dos seus magníficos cânticos a capela.

Outro projeto de exploração musical que tem recolhido enormes elogios é aquele que será trazido pelo guitarrista lisboeta Fernando Ramalho, intitulado BERLAU, e que apresentará a obra “Meta?Sonorização. Em Diálogo com Ana Hatherly”, uma performance em oito secções, em que a composição sonora?base é, nas secções seguintes, submetida à supressão de determinadas parcelas. Pretende?se, desse modo, pensar a forma como, à semelhança do texto poético, também os diversos elementos que integram uma composição sonora são suficientemente autónomos para produzirem significados próprios, sem que, com a sua supressão, a integridade da composição seja afectada.

O festival OCUPAI! convocará também um ícone absoluto dos cantares polifónicos da região, o GRUPO DE CANTARES DE MANHOUCE, propondo uma apresentação no espaço privilegiado do Lenteiro do Rio de formas de expressão vocal originalmente feitas para serem cantadas na paisagem, durante os labores agrícolas. Mais do que mais um concerto de Isabel Silvestre e do Grupo de Cantares de Manhouce, esta sua passagem pelo OCUPAI! será uma inovadora ode ao canto e à paisagem, feita de matizes inesperados e onde a própria paisagem sonora do local constituirá uma importante parcela do espetáculo..

Finalmente, a tradição das bandas filarmónicas, que tem uma expressão muito viva na região de Lafões, fará parte do festival através de um dos seus melhores representantes locais, a SOCIEDADE MUSICAL, CULTURA E RECREIO DE PAÇOS DE VILHARIGUES (Vouzela), a qual executará uma série de peças pensadas propositadamente para o espaço do Lenteiro do Rio. Em vez do passa-ruas típico das bandas filarmónicas, será proposto um passa-paisagem (ou um passa-margens do rio) de resultados que serão seguramente inesperados.

O Festival OCUPAI! incluirá ainda uma série de atividades de animação infantil (incluindo pinturas faciais, modelagem de balões e um grande insuflável), uma aula de Zumba ao ar livre pelo professor Zé Bordonhos e um conjunto de stands de doçaria, fruta e enchidos tradicionais da região.

Financiamento: Governo de Portugal, Direção Geral das Artes, ao abrigo de contrato de apoio tripartido. Apoio: Centro de Promoção Social de Carvalhais e Município de Vouzela

 

Programa:

Dia 24 de Junho (sábado)

15h00 – Banda Filarmónica de Paços de Vilharigues

16h00 – La Xata La Rifa (La Ola Flotante) + colaborações

17h00 – Erva Daninha + Binaural/Nodar  (E-nxada)

18h00 – Grupo de Cantares de Carvalhal de Vermilhas

19h00 – Berlau (Meta?Sonorização. Em Diálogo com Ana Hatherly)

 

Dia 25 de Junho:

15h00 – Eco Rem

16h30 – La Xata La Rifa (La Ola Flotante) + colaborações

18h00 – Grupo de Cantares de Manhouce

19h00 – F.I.L.O

 

+ Aula de zumba ao ar livre dirigida por Zé Bordonhos (domingo, 25 de Junho às 16h00)

+ Animação Infantil, incluindo Insuflável

+ Workshops tradicionais

+ Doçaria e gastronomia da região

 

Para informações adicionais, por favor contactar

Binaural/Nodar: Luís Costa (T. 91 895 18 57 / luis.costa@binauralmedia.org) Município de São Pedro do Sul: Dra. Teresa Sobrinho (T. 232 720 140 / geral@cm-spsul.pt)

———————————————————————————————————————-

Edição 718 (25/05/2017)

Produto regional de excelência em destaque

Festival Gastronómico da Vitela de Lafões regressa a Vouzela de 26 a 28 de maio

O Município de Vouzela e a Escola Profissional de Vouzela vão promover no fim de semana de 26 a 28 de maio a quarta edição do Festival Gastronómico da Vitela de Lafões e Produtos Regionais. A abertura está marcada para as 19h00 do dia 27, com a presença da Presidente da CCDRC, Ana Abrunhosa.

Ao longo de três dias, à sombra das árvores da Alameda D. Duarte de Almeida, em Vouzela, vão estar presentes sete restaurantes com espaços que servem almoços, petiscos e jantares à base de Vitela de Lafões (IGP) e de outros produtos regionais.

O recinto vai ainda oferecer expositores de artesanato, animação de rua, insufláveis para as crianças e uma “Quintinha dos Animais”, com diversas espécies domésticas.

Nesta edição, haverá novamente passeios em comboio turístico aos locais do concelho onde cresce a Vitela de Lafões, com passagens por Ventosa, Adsamo e Paços de Vilharigues. A inscrição, gratuita, permite contactar com os animais no pasto, desfrutar da beleza das paisagens naturais do concelho e degustar produtos regionais.

As novidades no programa deste ano são os workshops “Mais Saber” sobre capuchas, peúgas de lã de ovelha e cestos de vime, promovidos pelo CLDS3G e que decorrerão nos dias 27 e 28, o concurso de petiscos realizado pelos restaurantes aderentes e a presença do chefe Hélio Loureiro, antigo cozinheiro da seleção nacional de futebol., que dinamizará um showcooking onde a vitela de Lafões será o ingrediente principal.

Destaque também para o cortejo de carros de vacas e alfaias agrícolas que vai percorrer as ruas de Vouzela na tarde do dia 27, recriando as memórias de uma agropecuária profundamente enraizada no concelho.

No dia 28 comemora-se o Dia Nacional da Gastronomia e o Dia Nacional do Folclore Português, com a participação do Rancho Folclórico de Vilar e o Rancho Folclórico de Fornelo do Monte.

O Festival da Vitela de Lafões tem como principal objetivo incentivar a produção e promover a confeção de Vitela de Lafões com certificação de Indicação Geográfica Protegida (IGP) nos restaurantes da região, garantindo a qualidade do produto.

O evento visa também favorecer uma majoração dos rendimentos dos criadores de vitela de Lafões, divulgar o potencial da restauração local e regional, dar a conhecer vários métodos de confeção dos pratos tradicionais e ainda recriar as memórias e as tradições ligadas à agropecuária.

O Festival Gastronómico da Vitela de Lafões conta com o apoio da Confraria dos Gastrónomos de Lafões, Cooperativa 3 Serras, Cooperativa Agrícola de Vouzela, CLDS3G, Associação Empresarial de Lafões, Sequeira & Sequeira, Queijo Paiva e Associação VOUZELAR.

 

PROGRAMA:

26 maio (sexta-feira)

19h00 Abertura oficial

com a presença da Profª Doutora Ana Abrunhosa – Presidente da CCDRC

Confraria dos Gastrónomos de Lafões

Arruada pela Sociedade Musical Paços de Vilharigues

19h30 Lançamento – Cerveja Artesanal de Vouzela – Mikas craft Beer

20h00 Animação de Rua “Maria Malucas”

22h00 Atuação do Grupo de Cavaquinhos e Cantares à Beira

 

27 maio (sábado)

Passeio ao Mundo Rural – conheça onde cresce a nossa Vitela de Lafões!

Degustação de Produtos Locais

10h00 Passeio de comboio turístico

Trajeto: Vouzela – Ventosa – Adsamo – Vouzela

12h00 Abertura do Certame

15h30 Cortejo de carros de vacas e alfaias agrícolas

16h00 Workshop Mais Saber -Capuchas, Peúgas de Lã de Ovelha e Cestos de Vime – CLDS3G

16h45 ShowCooking – com o Chef Hélio Loureiro – Programa Nutriciência – RTP1

18h00 Atuação do grupo “Amigos d’ Adega”

22h00 Atuação do grupo “ÚS SAI DE GATAS”

 

28 maio (domingo)

DIA NACIONAL DA GASTRONOMIA

DIA NACIONAL DO FOLCLORE PORTUGUÊS

Passeio ao Mundo Rural

– conheça onde cresce a nossa Vitela de Lafões!

Degustação de Produtos Locais

09h00 Passeio BTT

10h00 Passeio de comboio turístico

12h00 Vouzela – Vilharigues (Torre) – Paços – Vouzela

15h00 Arruada e atuação dos Ranchos

– Rancho Folclórico de Vilar

– Rancho Folclórico de Fornelo do Monte

 

16h00 – Workshop Mais Saber -Capuchas, Peúgas de Lã de Ovelha e Cestos de Vime – CLDS3G

17h15 Animação pelo “Grupo de Cavaquinhos de Alcofra”

18h00 – Petiscar’ te – Concurso de petiscos c/ criatividade (Restaurantes Aderentes)

21h30 – Atuação “MICO DA CÂMARA PEREIRA”

 

Quintinha dos animais – feira de artesanato – produtos regionais – comboio turístico – animação de rua e infantil

———————————————————————————————————

Mais artigos:

Dois jovens do concelho distinguidos com o Prémio “Jovens Expressões de Lafões” / Concerto de Primavera em Viseu no teatro Mirita Casimiro / FESTIVAL IBÉRICO de Acção e Arte em 2017
Guia turístico do Parque Natural Vouga Caramulo – Vouzela foi apresentado a 15 de abril / Cem anos da primeira escavação na Anta da Lapa da Meruje
Inauguração de Polidesportivo e Parque Infantil em Pinho; Secretário de Estado das Autarquias Locais visitou a A.D.A.F.A; “Ementar as Almas” em Fermontelos, S. Pedro do Sul
OCUPAI! – Festival Ibérico de Arte e Ação e outros (Ed. 712, 713, e 714)
25 anos… 25 personalidades é mote para celebração da Escola Profissional de Carvalhais
Encontro do bispo de Viseu – D. Ilídio Leandro – com a comunicação social
Inscrições abertas para Bolsas de Estudo do Ensino Superior
Atualidade em S. Pedro do Sul (Outubro 2016)
Vindimas na Quinta da Moitinha em Vila Maior
Lançamento do Livro “A Grande Guerra” de 1914 a 1918, de António Ferreira Gomes
“SINFONIA DE AMORES” – Lançamento do livro em Vouzela
Apresentação do Programa Festival da Água nas Termas de S. Pedro Do Sul
ADRIMAG assina protocolos para implementação da Estratégia de Desenvolvimento Local
Exercício de Simulacro na ERPI
Município de Vouzela investe na recuperação de áreas ardidas na serra do Caramulo
• Seminário “Recomeços” abordou Tema da Habitação Social
XII Encontro Cultural de S. Cristóvão de Lafões
Vouzela quer recuperar potencialidades históricas e arqueológicas que o tempo apagou
Agrupamento dos Bombeiros volta a estar em cima da mesa
• Serafim Soares pede mais acordos à Segurança Social
•Ministério Público pede pena máxima para os  acusados de incendiar o Caramulo
Empresa municipal este ano estava obrigada a obter lucro
* Incêndio do Caramulo está a ser julgado em Vouzela
Centro Escolar de S. Pedro Sul inaugura a 12 de setembro
Festival Romano “Aquae Sulis” levou S. Pedro do Sul ao mundo
Frango do Campo o ex libris de Oliveira de Frades

Mirtilo continua a ser completamente escoado

Vouzela e São Pedro do Sul querem uma nova ETAR
1.º Festival Gastronómico da Vitela de Lafões está a chegar
Manhouce uma aldeia viva
Conferências que deixam saudades
Bombeiros revelam-se preocupados com a falta de meios para combater incêndios
Lafões celebra a floresta
Rota da Vitela e da Lampreia
O estado vai reter mais de um milhão de euros ao Município
Novo mapa judiciário prejudica duramente a região
Bloco de Esquerda quer soluções para a Água de São Pedro do Sul
Primeiro concurso aproximou sampedrenses e superou expectativas
aGim vê aprovada candidatura para criação do Cluster dos Pequenos Frutos
• “Os Verdes” pedem respostas à Assembleia da República
• BE diz que orçamento do estado para 2014 vai penalizar a região
• A prevenção uma importante arma contra o Cancro da Mama
• NOVAS ASSEMBLEIAS MUNICIPAIS ENTRAM EM FUNÇÕES
• Última Assembleia Municipal do Mandato em S. Pedro do Sul