Rui Ladeira quer rentabilizar a linha do Vale Vouga

Exposição inicia as celebrações do centenário do comboio em Lafões

RuiLadeira_MuseuExposicaoComboio_IMG_8973

Numa exposição que visa homenagear o passado, foi no futuro que Rui Ladeira centrou o discurso

Uma ecopista em breve e uma exposição defintiva sobre a passagem do comboio por Vouzela. Estes foram os projectos anunciados por Rui Ladeira, aquando da inauguração da exposição que assinala o início das comemorações do centenário do comboio por terras lafoneneses.  A exposição “100 anos da Chegada do Comboio a Vouzela” ocorreu no passado dia cinco, no Museu Municipal, em Vouzela e teve casa cheia.

Cem anos passaram, desde o dia em que, pela primeira vez, o “vouguinha” passou pelas terras lafonenses. Cem anos já passaram e tanto que mudou. O comboio veio, foi um dos impulsionadores de desenvolvimento de toda a região, mas teve curta vida. Desde 1990, as linhas, outrora, com tanto movimento, silenciaram-se e assim ficaram até aos dias de hoje. Histórias nas memórias de tanta gente, agora retratadas, nesta exposição.

Numa exposição que visa homenagear o passado, foi no futuro que Rui Ladeira centrou o discurso. O Presidente da Câmara de Vouzela quer dar nova vida aos antigos “caminhos de ferro” e vai avançar com a ecopista muito em breve. O projecto, avaliado em cerca de um milhão e quinhentos mil euros, ainda não recebeu apoios comunitários, contudo, como afirmou o Presidente da Câmara de Vouzela, a ecopista vai mesmo avançar, ainda que numa versão “low-cost”. O autarca quer apostar na ligação às termas de São Pedro do Sul e acredita que, no Verão do próximo ano, este troço já estará finalizado.

Ainda no discurso inaugural, Rui Ladeira voltou a reforçar a importância do turismo para o muncípio. Nesta sequência, manfistou a intenção de uma exposição sobre este mesmo tema poder continuar em Vouzela, a título definitivo, depois das celebrações do centenário. Acrescentado, neste sentido, que já iniciou as delegações com o Museu Nacional Ferroviário.

Exposição_100anosComboioA exposição vai estar aberta ao público ate ao final do mês e é apenas uma das muitas actividades complementadas na celebração do centenário do comboio em Vouzela. Esta iniciativa que visa recordar e valorizar a atividade ferroviária, que durante setenta e sete anos esteve ligada à vivência do concelho, está  a ser organizada pelo município, em parceria com a Assciação D. Duarte de Almeida (ADDA), sendo que, as actividades vão  prolongar-se até janeiro do próximo ano. No dia 16, vai decorrer uma caminhada de pinheiro de Lafões a Vouzela e um passseio BTT de Ribeiradio a Vouzela. Já no dia 30 (o dia exacto do centenário), vai realizar-se um jantar convívio e uma tertúlia com antigos ferroviários.

Patrícia Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.