Programa de Sapadores Florestais é para continuar

Ed651-Sapadores-DSC04787O programa de Sapadores Florestais é para continuar. A garantia veio do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Francisco Gomes da Silva, aquando da conferência de inauguração, em resposta aos apelos lançados pelos municípios de São Pedro do Sul e Vouzela.

Vítor Figueiredo lançou o repto: “não deixe acabar com as equipas”. Como sublinhou o autarca, a perda deste serviço seria muito prejudicial. Como acrescenta, “estamos a falar de muitos postos de trabalho e estamos a falar  de um serviço que está a ser feito, a nível da limpeza das matas”. Carla Maia também reforçou a importância do trabalho dos sapadores e pediu uma equipa de sapadores para o município de Vouzela.

Em resposta, Francisco Gomes da Silva referiu que, apesar da necessidade de reformulações e da existência de alguns problemas na atualidade, nomeadamente, atrasos no pagamento às equipas, os Sapadores Florestais “não estão para acabar e nunca estiveram, o programa dos sapadores é para manter”.

Quanto à criação de mais equipas de Sapadores, Francisco Gomes da Silva deixa tudo em aberto. Como acrescentou o Secretário de Estado, estão a ser estudadas “formas complementares de financiamento de programas de sapadores, para que não tenhamos que estar reféns do Fundo Florestal Permanente, para, assim,  poder fazer crescer o número de sapadores”.

• Patrícia Fernandes

Redação Gazeta da Beira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.