Francisco Queirós

O direito à Estupidez…

Ed659_Francisco-opiniaoTodos temos o direito de ser estúpidos! Se não existisse o direito à estupidez praticamente toda a “classe” política portuguesa estaria na cadeia. Mas como pode uma sociedade avançada como a nossa suportar tal direito e de onde veio tal ideia?

Há várias origens para tal, mas uma delas tem a ver com as Festas de S. Fermin em Pamplona (Espanha), onde um bando de “Loucos/Inbecis Pseudo-corajosos”, desprovidos do mais elementar bom-senso & racionalidade comportamental e cuja mente nem ao mais Básico Instinto de Conservação obedece, ano após ano enfrentam feras de mais de 500 KG em loucas correrias apertadas ruelas de cariz medieval. Inevitavelmente de quando em vez há mortos; mas sempre e necessariamente há feridos e graves: quantos estão paraplégicos e tetraplégicos graças a este ritual de completa “bestiformia” assente nas raízes mais básicas dos instintos humanos e vício em cargas industriais de adrenalina? Muitos como todos sabemos! Passando para o nosso “Burgo” também temos as Largadas de Touros lá mais para o Ribatejo e até Alentejo. E temos os “Forcados” a pegar os Touros na Arena porque aqui, ao contrário de Espanha, não se mata a Fera na arena para Gaudio do Povo e desbragados “olés” se soltarem até à exaustão!

As Associações de Defesa dos Animais entram logo em frenesim paradoxal (quase esquizofrénico!), pois não sabem se defender os “Loucos/Imbecis Pseudo-corajosos” ou os Bovinos que enviaram mais umas dezenas para os serviços de urgência Hospitalar… Como cidadão cumpridor dos seus deveres e obrigações perante o Estado e Sociedade questiono-me: mas porque raio têm os meus impostos de pagar os cuidados médicos de acções claras da selecção natural humana!?!? Depois de alguma reflexão encontrei uma resposta para a questão: PORQUE TEMOS O DIREITO A SER ESTÚPIDOS! TEMOS O DIREITO À ESTUPIDEZ! Temos o Direito a dizer que sabemos nadar à sereia para impressionar uma rapariga, acabar com o nariz partido e ser tratado no hospital público mais próximo (a Juventude de muita rapaziada dava um triste filme a esse respeito!). TEMOS O DIREITO DE SER IRREVOGÁVEIS NAS NOSSAS DECISÕES E VOLTAR ATRÁS. Até temos o direito a dizer no facebook, citando leis que não existem e convenções fictícias, que todas as fotografias e pensamentos desprovidos de conteúdo relevante para os serviços secretos internacionais são apenas para os nossos olhos, quando bem sabemos o quão fácil é ter acesso à vida de uma pessoa na internet.

Sim, é um direito caro ao Estado, mas infelizmente vai sempre existir alguém a meter-se com animais perigosos ou tentar Beber 2 Grades de Cerveja para provar algo a alguém, por exemplo que ainda se continua sóbrios!?!. Mas impressionar a quem? Os “OUTROS”, esse muito nosso e permanente Inferno! Mas isso fica para outra dissertação!

Post Scriptum: Boas Férias para todos, em especial para os que têm a paciência e a delicadeza de ler os meus escritos!Redação Gazeta da Beira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.