Diocese de Viseu em renovação

Novas missões pastorais 2017-2018

A Igreja precisa de trabalhadores para as missões pastorais que se vão apresentando, em cada lugar e em cada tempo. Precisa, igualmente e para muitas outras novas missões, de novos trabalhadores, procurando responder aos desafios que, em cada circunstância, Deus, a Igreja, as Comunidades e as Pessoas vão solicitando.

O Bispo agradece a todos quantos – leigos, religiosos e diáconos – têm colaborado no ministério da organização, da formação e da santificação do Povo de Deus, nas diversas comunidades, grupos e estruturas de serviço eclesial e pastoral. Agradece, de modo especial, a todos os sacerdotes – religiosos e diocesanos – investidos em Missão Pastoral e a todos quantos com estes colaboram e são parte desta Igreja que está em Viseu.

A todos os que, pela idade ou doença, estão retirados dos encargos do exercício pastoral, desejo vida e saúde, na comunhão da mesma ‘fraternidade sacramental’.

Assim – e depois de ter dialogado com todos os que, neste próximo ano, vão assumir ação pastoral pela 1ª vez e com todos aqueles que vão assumir ação pastoral diferente ou noutros lugares e com novas equipas – faço constar o seguinte:

– Pe. João Luís Leão Zuzarte – irá para Roma, estudar Pastoral Familiar.

– Pe. Jorge Alberto da Silva Seixas – irá para a Equipa Formadora do Seminário Interdiocesano, em Braga.

– Pe. João Dinis Lopes de Figueiredo – Por razões de idade pediu a exoneração da missão de pároco. O bispo pede-lhe que seja o Vigário Episcopal para o acompanhamento dos sacerdotes mais idosos. Será membro do Conselho Presbiteral.

– Pe. Nuno Filipe Sousa Santos – ano sabático para experiência e formação pastoral.

– Pe. António Gonçalves da Cunha – ano sabático para descanso e tratamento da saúde.

 

Missões nos Arciprestados:

  1. Beira Alta

– Pe. Manuel António da Rocha Fontes Santos, Pe. António Edson Bantim Oliveira e Pe. Paulo Jorge Figueiredo Domingues. Assumem, in solidum, a Unidade Pastoral constituída pelas paróquias de Mangualde, Cunha Alta, Cunha Baixa, Freixiosa, Mesquitela e Quintela de Azurara. Será Moderador o Pe. Manuel António.

– Pe. Paulo Alexandre Albuquerque Gouveia. Assume as paróquias de Abrunhosa-a-Velha, Chãs de Tavares, S. João da Fresta, Travanca de Tavares e Várzea de Tavares.

– Pe. Nuno Miguel Henriques Azevedo. Deixa a paróquia de Fragosela e assume a paróquia de Espinho, mantendo Alcafache e Lobelhe.

 

  1. Arciprestado de Besteiros

– Pe. João Pedro Ferreira Cardoso. Assume a paróquia de Canas de Santa Maria. Mantém-se pároco de Lobão da Beira e de Tonda.

– Pe. António Carlos Carvalho da Silva. Assume a paróquia de Parada de Gonta. Mantém-se pároco de Sabugosa e de S. Miguel de Outeiro.

 

  1. Arciprestado de Dão

– Pe. Jorge Miguel Tavares Gomes e Pe. André Maurício Horta Reis da Silva. Párocos, “in solidum”, de Aguiar da Beira, Coruche, Dornelas, Forninhos, Gradiz, Matança, Penaverde, Pinheiro de Aguiar, Queiriz, Sequeiros e Souto de Aguiar. É Moderador o Pe. Jorge Miguel.

– Pe. Eurico José Pereira Teixeira de Sousa. Assume as paróquias de Rio de Moinhos e de S. Miguel de Vila Boa.

– Pe. José Cardoso de Almeida e Pe. João Martins Marques. Párocos, “in solidum”, de Águas Boas e de Forles, sendo Moderador o Pe. José Cardoso. Como pároco e vigário paroquial, mantêm Mioma e Sátão.

 

  1. Arciprestado de Lafões

– Pe. José Júlio Maria de Almeida. Assume as paróquias de Candal, S. Cristóvão e Santa Cruz da Trapa. Assume “in solidum” com o Pe. Miguel Rodrigues Pereira, a paróquia de Carvalhais. Moderador – Pe. Miguel.

– Pe. Paulo Jorge Pereira Vicente. Assume, “in solidum” com o Pe. Manuel Gonçalves Fernandes, as paróquias de Arcozelo das Maias, Ribeiradio e Sejães. Moderador – Pe. Manuel Fernandes.

 

  1. Arciprestado de Viseu Rural

– Pe. José Francisco Cardoso Caldeira e Pe. Lúcio Manuel Oliveira da Cunha Marques. Assumem, “in solidum”, as paróquias de Couto de Baixo e de Couto de Cima, mantendo, cada um dos dois, as paróquias de que são párocos. Moderador – Pe. José Caldeira.

 

  1. Arciprestado Urbano

– Pe. Miguel de Abreu. Assume a paróquia de Fragosela. Proporcionará, com os párocos de proximidade, a que se constitua uma Unidade Pastoral com as paróquias vizinhas.

– Pe. António Henrique Ribeiro de Sousa. Assume a paróquia de Campo de Madalena, continuando com a de Abraveses. Colaboram, com o Pe. António Sousa, o Pe. Abel Ferreira Rodrigues e o Pe. António Jorge dos Santos Almeida.

NB.: O início da nova atividade para que cada um foi nomeado terá lugar durante o mês de Setembro. Cada um dialogará com o pároco, seu antecessor e com o arcipreste, marcando a “Tomada de Posse”.

• Bispo Ilídio Pinto Leandro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.