Desde do início do ano já deflagraram 302 incêndios no distrito de Viseu

Mais do dobro que em 2014 em período homólogo

Desde o início do ano, em Viseu já deflagraram 302 incêndios. Mais 226 incidências do que em 2014, em período homólogo. Estima-se que em 2015 já tenham ardidos 330 hectares. No ano anterior, por esta altura, o número registado era bem mais baixo: 58, menos 272 hectares. Segundo avança a GNR à Gazeta da Beira, a maioria dos incêndios resulta de queimadas mal realizadas.

ED657-p01_Incendios

O ano começa negro no distrito de Viseu. Em menos de três meses, tendo como referência o passado domingo dia 22, segundo dados da GNR, já deflagram 330 incêndios no distrito, dos quais resultaram 302 hectares queimados. Se olharmos para traz, em período homólogo, temos que recuar até 2012 para vermos um cenário mais negro: cerca de 2 884 incidências.

Se considerarmos os concelhos de Lafões, a região já foi vítima de 22 incêndios, sete em Vouzela, 15 em S. Pedro do Sul, nenhum em Oliveira de Frades. No ano passado, nestes três concelhos, voltando a analisar o mesmo período, apenas tinham ocorrido três incêndios.

Já em Castro Daire a tendência é a mesma. Em 2014, por esta altura o concelho tinha registado sete incêndios. Em 2015 o número já chegou aos 44.

Maioria dos incêndios resulta de queimadas mal realizadas.

Segundo avançou à Gazeta da Beira fonte oficial da GNR, “neste momento temos elaborados 63 autos por crime de incêndios e identificadas 49 pessoas como autoras de incêndios por negligência. Durante este período já foi detida uma pessoa”. Como explica a GNR, as queimas mal realizadas são o motivo principal dos incêndios.

Fogo em Queirã mobilizou mais de 100 operacionais

Para já, é o fogo da região de maior dimensão. Foi em Queirã e iniciou-se, em zona de mato, pelas 14h30, do passado dia 13 de março. Menos de duas horas e meia depois, o fogo estava dado como controlado. No terreno estiveram 105 operacionais. 89 bombeiros e 29 viaturas.

 Redação Gazeta da Beira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.