Conto solidário em época Natalícia

Câmara Municipal de Sever do Vouga edita livro pedagógico

Com edição da Câmara Municipal de Sever do Vouga surge um livro infantil, alusivo à quadra natalícia, assinado por três jovens severenses. Os direitos de autor revertem para duas entidades associativas, contemplando a causa do teatro, através da Severi, e uma causa com foco no desenvolvimento pessoal, social e familiar, materializada através de uma associação que se encontra em processo de desenvolvimento.

Intitula-se “O Melhor Presente”, um livro escrito a quatros mãos, em coautoria de Bárbara Costa e Patrícia Fernandes, cuja ilustração esteve a cargo de Davi José. Este conto relata a história do Mateus, uma criança que embarca numa viagem à descoberta do verdadeiro sentido do Natal. Uma narrativa que transmite pedaços de realidades distintas da sua, que prima pelo conforto, abundância de bens materiais e ausência de comunicação e de partilha. A tónica é colocada na conjuntura atual, alertando e consciencializando para quadros de carência económica, de solidão por parte das gerações mais idosas, de exclusão entre grupos de pares e de inversão de valores e prioridades.

O lançamento do livro decorreu no passado dia 23 de dezembro, no Paradela Eco-Café, com lotação do espaço.

A apresentação do conto infantil esteve ao cargo de Mário Silva, Presidente da Assembleia Municipal, que destacou a qualidade do livro “uma obra maravilhosa, com bastante qualidade, quer para crianças, quer para adultos”, garantindo “é uma revisitação do espírito de Natal, uma história que se começa a ler e não se consegue parar”. O autarca sublinhou, ainda, a pertinência da obra, que chama a atenção dos mais novos para o que é realmente importante, convidando-os a deixar de parte os bens materiais e a apostar “na amizade, no calor humano e na família, porque um dia as pessoas desaparecem e tudo se perdeu, já não há hipótese de proximidade”.

Patrícia Fernandes, uma das coautoras, começou por agradecer o convite que lhe foi endereçado, salientando o impacto deste conto de Natal, “esta obra foi um desafio que me foi lançando e que abracei com entusiasmo, considerando a ideia maravilhosa”, referindo ainda que “é uma obra que acredito que vai tocar corações, foi o que senti enquanto ia escrevendo, uma vez que alerta e ensina, contribuindo para refletir”.

O ilustrador, Davi José, confessou o gosto pela causa social envolta neste livro pelo que não hesitou em aceitar o desafio, “interesso-me por causas sociais por isso agradeço e aceitei o convite, este livro tornou-se um orgulho pelo seu excelente resultado final”, concluindo que “é uma lição de vida para todos”.

Bárbara Costa, que idealizou a iniciativa, mostrou-se realizada e grata pela sua concretização, enfatizando a importância da dimensão afetiva e relacional “vou falar sobre as pessoas, porque grande parte do que aqui está escrito ou do que tentamos transmitir aos mais pequenos, cada vez mais ausentes de um mundo de valores e de afetos, é também graças às nossas pessoas, às grandes pessoas da nossa vida, que nos alimentam e permitem ser e sentir de um jeito certo”, reforçando a urgência de “humanizar, transmitindo-o às crianças”.

Em vésperas de Natal, concretizou-se uma apresentação informal e intimista deste conto de afetos e valores. “O Melhor Presente” tem como pano de fundo o mês de dezembro, mas é um livro cujas aprendizagens se aplicam e generalizam a cada dia do ano. A Câmara Municipal encontra-se a agendar nova apresentação do livro, com um cunho mais formal, que se realizará na Biblioteca concelhia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.