Combater o assoreamento do Rio Vouga é prioridade

Câmara prepara projeto que quer revolucionar as Termas

O Município está a preparar um novo projeto para as Termas de S. Pedro do Sul. O projeto será candidatado ao PO SEUR (Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos Energéticos), no âmbito do novo quadro comunitário, que deve arrancar ainda este mês. Caso seja aprovado, será comparticipado em 85%.

zzz

O projeto, como explicou Vítor Figueiredo na última Assembleia Municipal em Pinho, no passado dia 14 de setembro, quer dar “um passo em frente no que diz respeito ao turismo do nosso concelho, há muito reivindico pelos hoteleiros, mas sobretudo por aqueles que visitam as Termas”.

Rio Vouga mais atrativo

Este projeto prevê a colocação de comportas no rio Vouga, com acionamento eletrónico, que “irá controlar os caudais do nosso rio Vouga nas Termas”, explicou o Presidente da Câmara.

Assim, no inverno, através da retenção da água, poderão ser evitadas cheias e no verão, os períodos de seca, podem ser melhor controlados. “O nosso objetivo é que, deste modo, consigamos acabar com o assoreamento que existe neste momento em frente ao hotel Vouga. As areias estão sujas, não são limpas há mais de 15 anos. Depois destas obras, existirão comportas que irão, no Inverno, fazer com que aquelas areias que estão aí depositadas possam ir todas pelo rio abaixo. Deste modo, conseguiremos um rio limpo e um espelho de água”, adianta o autarca.

Percurso pedonal sobre o Vouga

Nos objetivos da Câmara Municipal de S. Pedro do Sul está, também a construção de um percurso pedonal ao longo do Vouga. “Numa primeira fase irá até Drizes, depois fará a ligação, em cima, com a linha dos caminhos-de-ferro e, mais tarde, pode vir a ligar à ciclovia”. Além disso, em cima da mesa está, ainda, “ a construção de duas pontes pedonais, uma na nossa senhora de Nazaré, outra na zona do Gerós”, acrescenta Figueiredo.

Obras no Gerós

Há ainda mais uma novidade, o projeto prevê obras no Gerós, nomeadamente, a requalificação das casas de banho do Centro de Animação e Recreio do Gerós. “A requalificação é urgente, os vestuários e as casas de banho não comportam a muita gente que frequenta este espaço no verão”, explica o Presidente da Câmara. Neste espaço, como deu conta o autarca, será ainda criado um novo circuito de manutenção e um parque infantil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.