Caminhada da Biodiversidade por Terras de Santo Estêvão

696_CoutoEsteves-Caminhada_Biodiversidade_LANCE

• Mário Silva

Numa organização conjunta da LANCE e da ADERAV, que contou com o apoio do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, da Câmara Municipal de Sever do Vouga, da Junta de Freguesia de Couto de Esteves e da ACSCE, decorreu no pretérito dia 24 de abril a chamada “Caminhada da Biodiversidade”.

Aproveitando a temperatura estival que se fazia sentir, e tendo como ponto de partida a igreja matriz de Couto de Esteves, a manhã foi preenchida com uma caminhada que, saindo do largo fronteiro à igreja, passou pelos antigos Paços do Concelho (atual Casa da Cultura), pelourinho, rua da Alfândega, Vale da Mó, Souto Linho, Cabo, Lavoeiras, Pisão, Bouço Velho, Sobreiro da Fonte, Relva, Rua Velha e Casa da Fonte, no Couto de Baixo, onde terminou.

Ao longo da caminhada, os mais de 80 participantes, orientados pela Dr.ª Milene Matos (em substituição da Dr.ª Rosa Pinho que, por se encontrar adoentada, não pôde estar presente) e pelo jovem Rafael Marques, estudante de Biologia, foram sensibilizados para a necessidade da salvaguarda da biodiversidade das nossas florestas, tendo para tal contactado de perto com a fauna (morcegos, anfíbios e repteis) e flora locais.

Desfrutando das retemperadoras sombras do arvoredo da Casa da Fonte, o grupo pôde então lançar-se à descoberta da saborosa gastronomia local, servida pelo conceituado restaurante “O Júnior”.

Por volta das 15h, já dentro da Casa da Fonte, teve lugar uma magnífica palestra sobre “Espécies exóticas invasoras: belas e perigosas”, onde, durante mais de uma hora, a Dr.ª Milene Matos teve oportunidade de dar a conhecer a todos os presentes algumas das ameaças reais à biodiversidade, quer no mundo animal (nemátodo-do-pinheiro, escaravelho-vermelho, lagostim-vermelho, achigã, guaxinim, visão-americano e caturreta-argentina), quer no mundo da botânica (jacintos-d’água, chorão-da-praia, penachos, espanta-lobos, acácia-de-espigas, eucalipto e acácia).

Muitos parabéns à LANCE e à ADERAV, nas pessoas dos seus presidentes, quer pelo exemplo dado na luta pela preservação da biodiversidade, quer pela magnífica promoção do património natural das Terras de Santo Estêvão.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.