Abate de árvore no centro da polémica

Presidente e Vereador da oposição em desacordo

O facto de uma árvore ter sido abatida junto à escola primária de Vila Maior dividiu Vítor Figueiredo e Rogério Duarte. O Presidente do município explica que a prioridade era a segurança das crianças e dos habitantes, além do que, o edifício, estava a ficar deteriorado pelas raízes. Já o vereador Rogério Duarte fala de uma espécie rara a Sequóia, que em países como os Estados Unidos chega mesmo a ser uma espécie protegida.

Para Rogério Duarte, esta foi uma decisão errada do atual executivo que destruiu uma árvore que podia durar milhares de anos, sem  o suporte de um parecer técnico. Em resposta Vítor Figueiredo diz que os perigo estava aos olhos de todos, as rachas no edifício, consequência das raízes da árvore eram evidentes.Redação Gazeta da Beira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.