Sessão de Esclarecimento da iniciativa Oliva & Co sobre 1000 Oliveiras para Oliveira de Frades

Requisitos

No passado dia 2 de fevereiro realizou-se uma sessão de esclarecimento sobre a iniciativa “1000 Oliveiras para Oliveira de Frades”, no Auditório do Museu Municipal de Oliveira de Frades que contou com a presença do Presidente da Câmara, Paulo Ferreira.

Esta ação da Oliva & Co, aberta à comunidade, teve como objetivo esclarecer os potenciais interessados em aderir a esta iniciativa.

Nesta ação foi, também, decidido que a primeira plantação de oliveiras será realizada no dia 3 de março, pelas 10h00.

 

Requisitos de candidatura à obtenção das oliveiras

1º Ser proprietário de terreno em zona destruída pelos incêndios;

2º Ser proprietário de uma área igual ou superior a meio hectare com possibilidade de plantação mínima de 150 oliveiras;

3º Caso o terreno não tenha ardido, pode candidatar-se se fizer abate de eucalipto para substituir por olival;

4º No caso de pequenos proprietários que não tenham a área exigida, poderão candidatar-se no caso de conseguirem que outros proprietários em volta também se candidatem e deste modo atinjam a área mínima continua pretendida;

5º Pertencerem a o Município de Oliveira de Frades;

6º Os selecionados deverão proceder à plantação de forma a que no futuro a mesma possa ser mecanizada (as filas devem distar entre si 6/7 metros, altura do fruto, também com os requisitos necessários);

7º Os terrenos devem estar preferencialmente localizados em zonas não urbanas;

8º Na data agendada para a plantação o terreno deverá estar com as condições exigidas para o efeito.

 

O produtor deve comprometer-se a:

1º Conservar o olival no mínimo 10 anos;

2º Agendar com pelo menos 15 dias de antecedência a plantação com a empresa Oliva & CO ou com o Município para que as pessoas que apadrinharam essas oliveiras possam estar presentes;

3º Facultar ao Município os dados da dimensão e localização do terreno;

4º Conceder acesso ao Município e à empresa Oliva & CO para visitas de caráter turístico e pedagógico com permissão para os visitantes participarem nas colheitas ou outros trabalhos de campo, especialmente no caso das pessoas que fizeram as doações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.